Williams lamenta e envia "profundas condolências à família de Hugo Chávez e ao povo da Venezuela"

Depois de Pastor Maldonado, a Williams também lamentou a morte do presidente Hugo Chávez e falou em "profundas condolências à família de Hugo Chávez e ao povo da Venezuela". O político morreu terça-feira (5), em Caracas, em decorrência de um câncer

Assim como Pastor Maldonado, a Williams também prestou homenagem ao presidente Hugo Chávez, que morreu na tarde desta terça-feira (5), em Caracas. O líder venezuelano tinha 58, e a morte ocorreu em decorrência de um câncer na região pélvica, doença que combatia desde junho de 2011, quando foi diagnosticada.  O político passou por diversas intervenções cirúrgicas e tratamentos para o tumor em Cuba, mas não resistiu à doença.

Pastor Maldonado e a Williams contam com apoio da PDVSA desde 2011 na F1 (Foto: Williams)

A equipe britânica, por meio de Maldonado, conta com um forte patrocínio da petrolífera estatal venezuelana PDVSA desde 2011, quando o piloto passou a integrar o quadro do time. "À luz do anúncio de ontem de que Hugo Rafael Chávez Frías, Presidente da República Bolivariana da Venezuela, faleceu após longa batalha contra o câncer, a Williams envia suas mais profundas condolências à família de Hugo Chávez e ao povo da Venezuela", afirmou o time de grove, em nota, nesta manhã de quarta-feira.

Maldonado, por meio do Twitter ainda na noite de ontem, também lamentou a morte de Chávez e pediu união ao povo venezuelano. Com o desaparecimento do líder político, o vice-presidente Nicolás Maduro vai assumir interinamente a presidência pelos próximos 30 dias, quando, segundo as autoridades locais, uma nova eleição deve ser convocada para definir quem vai governar a Venezuela.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube