F1

Williams ressalta trabalho “realmente incrível” com Kubica e prevê “fantástica combinação” com Russell

O clima da Williams é de bastante animação com o início das atividades com Robert Kubica. Paddy Lowe, diretor-técnico da equipe, já ressaltou o ótimo trabalho que o polonês tem feito, além de frisar o fato de todos o adorarem dentro do time

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A Williams mostrou verdadeira animação com a chegada de Robert Kubica em 2019. Paddy Lowe, diretor-técnico da equipe, frisou o bom trabalho e como o piloto foi bem recebido entre todos os membros do time.
 
O GP da Austrália deste ano marca a primeira vez do polonês em uma corrida da Fórmula 1 desde a temporada 2010. Em 2017, chegou a comandar um carro da Renault, e ano passado, foi reserva da esquadra de Grove.
 
Apesar do campeonato ainda não ter começado, o trabalho já está a todo vapor. “Tem sido realmente incrível ter ele já trabalhando conosco, e ele é um ótimo membro da equipe. Todos amam Robert, no escritório, na garagem... Lembro quando ele apareceu pela primeira vez, os mecânicos disseram ‘é, esse é uma boa pilotagem’”, disse Lowe em entrevista a ‘Racer’.
 
“Ele é um daqueles caras ‘old school’ que sabe como funciona, e isso traz certo elemento para o que fazemos. Acredito que vai ser uma fantástica combinação com o estreante George do outro lado”, completou.
Robert Kubica (Foto: AFP)
Paddy contou ainda que tentou levar Kubica para a McLaren há alguns campeonatos. “Tenho sido fã de Robert por muitos anos. Houve um tempo na McLaren que tentei levá-lo para lá. Não me lembro exatamente o ano que foi, então provavelmente deve ter sido em 2008 ou 2009”, revelou.
 
“Na McLaren, perdemos [Fernando] Alonso em 2007, então havia uma vaga. Então era isso ou se reconsideraríamos manter Heikki [Kovalainen] ou não no ano seguinte. Não me lembro, mas houve uma época em que tentei muito colocá-lo no carro, pois se destacava. Infelizmente não consegui”, emendou.
 
Por fim, o dirigente evitou dar previsões sobre o desenvolvimento que Kubica pode mostrar ao longo da temporada. “Aonde iremos com a performance, acho que até mesmo Robert diria que não sabemos. Ele é muito determinado, acho que todos sabemos o motivo. Estamos ansiosos para ver como tudo acontece, mas realmente não sabemos e isso é parte do interesse e animação”, falou.
 
“Ele não tem pilotado e existem alguns dos fãs mais comprometidos nas arquibancadas com bandeiras na chuva e tudo mais, e ele nem pilota. A cada corrida havia grupos de poloneses, encontrei com todos e eles queriam autógrafos e tudo”, encerrou.