Wolff diz que ter fábrica próxima a Silverstone ajudou na estratégia: “Sabíamos quando a chuva ia chegar”

A fábrica da Mercedes fica em Brackley, a poucos quilômetros do circuito de Silverstone, e o conhecimento da área foi fundamental para que o time acertasse em cheio na estratégia com Lewis Hamilton no fim da prova

O conhecimento da região de Silverstone colaborou para o desfecho do GP da Inglaterra, com uma chamada estratégia perfeita para Lewis Hamilton trocar para os pneus de chuva e manter a liderança da corrida. Foi o que disse o diretor-esportivo da equipe alemã, Toto Wolff.

É que a fábrica da Mercedes fica localizada em Brackley, um vilarejo que fica a poucos quilômetros do circuito britânico. O dirigente disse que, por causa disso, os estrategistas sabiam bem quando ia chover.

Siga o GRANDE PRÊMIO no INSTAGRAM
e fique ligado para concorrer a PRÊMIOS
 

Hamilton comemora diante de Rosberg e Vettel em Silverstone (Foto: AP)

"Temos nossa fábrica aqui do lado, então sabíamos quando a chuva ia chegar. Os pneus começaram a perder aderência e fomos perfeitos na hora de optar pela parada", falou Wolff à TV inglesa Sky Sports.

 
Isso foi no final da volta 43. Sete giros antes, quando a chuva começou a cair, ainda não era forte o bastante para levar as Flechas de Prata aos boxes. A conversa com os pilotos foi fundamental. "A chuva chegou em por curva em que não esperávamos. Conversamos constantemente com pilotos. E foi o que discutimos no briefing, a chuva é imprevisível e precisamos ter a opinião do piloto", disse.

Foi a quinta vitória de Hamilton no ano e a oitava da Mercedes, que lidera ambos os campeonatos com folga.

 
A respeito do primeiro pit-stop, Wolff afirmou que antecipar a parada de Hamilton não era tão óbvia quanto possa ter parecido. O inglês, daquele jeito, superou as Williams para assumir a liderança. "Foi a decisão correta, mas não óbvia. Tivemos que dividir as estratégias. Custou tempo a Nico, mas foi melhor para a equipe", comentou. "Bottas parecia ter mais ritmo e talvez pudesse abrir vantagem na frente. Mas a Williams está onde nós estávamos dois anos atrás, surpresa por estar na liderança. Talvez com mais coragem tivessem um resultado melhor, mas foram bem."

A próxima etapa do Mundial de F1 acontece no fim do mês, na Hungria, no dia 26 de julho. Em 2014, a vitória foi de Daniel Ricciardo com a Red Bull.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube