F2

4º em 2018, De Vries troca Prema por campeã ART e forma dupla com novato Mazepin em 2019

Nyck de Vries foi o piloto mais bem colocado entre os pilotos que não subiram para a F1. Principal candidato ao título de 2019, o holandês resolveu trocar a Prema pela ART, justamente a equipe que fez de George Russell o campeão da temporada que acabou em Abu Dhabi
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Nyck de Vries (Foto: FIA F2 Media)
Nyck de Vries foi o quinto nome confirmado no grid da F2 para 2019. Nesta quarta-feira (28), a ART do campeão George Russell anunciou o holandês do programa de jovens da McLaren ao lado de Nikita Mazepin, vice da GP3.
 
De Vries tem 23 anos e vai para sua terceira temporada na F2, além de um reencontro com a ART, com quem ficou em sexto na GP3 de 2016. Nyck foi quarto colocado em 2018, ou seja, o melhor dentre os que não subiram para a F1 - Russell, Lando Norris e Alexander Albon.
 
"Estou muito agradecido ao pessoal da ART pela oportunidade que estão me dando de seguir minha carreira na F2. Temos uma história longa juntos, me sinto em casa. Temos negócios ainda a serem finalizados e vamos fazer isso na F2, nossa meta é sairmos campeões", disse o holandês.
Nyck de Vries vai para a ART (Foto: Reprodução)
Com a confirmação de De Vries, o grid da F2 segue tomando forma mais rápido que nas últimas temporadas. Além da confirmação da dupla da atual campeã da disputa dos pilotos ART, Sean Gelael segue com a Prema e recebe a companhia do campeão da F3 Europeia Mick Schumacher e Nobuharu Matsushita vai para a Carlin.
 
"Estou muito feliz que os caminhos de Nyck e da ART estão se cruzando de novo. A experiência, seriedade dele e a velocidade que ele tem tornam ele um dos líderes naturais da F2. Desde a parceria que tivemos na GP3 vemos progresso dele em tudo, na parte esportiva e pessoal e queremos os títulos de pilotos e equipes em 2019", comentou o dono do time Sébastien Philippe.