F2

Agora reserva da Williams, Latifi renova com DAMS e forma dupla com Sette Câmara em 2019

Nicholas Latifi vai para seu quarto ano completo de F2 com a DAMS. O canadense renovou seu vínculo e, assim, além do posto de reserva da Williams em 2019, será também companheiro de Sérgio Sette Câmara
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Nicholas Latifi (Foto: DAMS)
Nicholas Latifi é uma das figuras mais conhecidas do grid da F2. Aos 23 anos, o canadense vai para sua quarta temporada completa na categoria, todas elas com a DAMS. Nesta terça-feira (11), Nicholas renovou oficialmente seu vínculo com o time, ou seja, vai formar dupla com Sérgio Sette Câmara em 2019.
 
Como já disse inclusive em entrevista com o GRANDE PRÊMIO, Latifi quer que 2019 seja seu último ano de F2, mas já seguido do passo para a F1. Até 2018, vinha como reserva da Force India, agora, ocupa a função na Williams.
 
"Minhas metas para o ano são bem claras: quero disputar o título de pilotos e ajudar a DAMS a vencer o campeonato de equipes. O potencial estava lá em 2018, mas tive azar no início do ano. Minhas melhores performances começaram a aparecer nas últimas etapas, espero manter a sequência forte em 2019. Guiar pela DAMS me fez aumentar minhas habilidades e me ajudou a garantir uma vaga como reserva da Williams. Estou animado para mais um ano com eles", disse Latifi.
Nicholas Latifi vai seguir com a DAMS em 2019 (Foto: FIA F2)
Dono da DAMS, Jean-Paul Driot valorizou o trabalho de Latifi na segunda metade do campeonato de 2018 e falou que o canadense pode seguir o mesmo caminho que Alexander Albon seguiu, da DAMS para a F1.
 
"É muito bom receber Nicholas para mais um ano. Ele se recuperou de um início complicado ano passado e provou ser capaz de brigar por título. Nosso objetivo é brigar pelos dois títulos. Ele já tem um pé na F1, vamos ajudá-lo a conseguir o que o Albon conseguiu, ser titular na F1", comentou.

Latifi fechou 2018 com a nona posição na temporada da F2, tendo seu melhor resultado na categoria em 2017, ficando com a quinta colocação. Até aqui, venceu duas provas e fez 12 pódios na categoria de acesso à F1.