Ainda buscando acerto ideal para carro, Nasr comemora segunda colocação na corrida 2 na Malásia

O resultado colocou o brasileiro na terceira colocação do campeonato, apenas 12 pontos atrás de Stefano Coletti, o líder do campeonato

Na segunda corrida da GP2 em Sepang, realizada no sábado (23), Stefano Coletti superou o pole-position Stéphane Richelmi logo na largada para assumir a ponta da corrida, mas a vitória não foi fácil, já que ele foi pressionado por Felipe Nasr nas voltas finais da abertura da temporada.

Segundo colocado, o brasileiro contou que tinha a intenção de atacar o adversário na parte final da corrida, porém o desgaste dos pneus acabou impedindo um ataque mais forte no último giro da etapa. "Meu plano era conservar os pneus para atacar o Coletti mais no final da corrida", explicou o piloto da Carlin.

Felipe Nasr assumiu a terceira colocação da GP2 após as duas primeiras corridas do ano (Foto: GP2/LAT Photo)

"Ele abriu 2s logo nas duas primeiras voltas, mas aos poucos fui aumentando o meu ritmo até ficar a 0s4 dele no início da última volta. Mas meus pneus traseiros já tinham acabado, e o Coletti ainda tinha uma reserva nos seus pneus e acabou cruzando a linha de chegada com 0s8 de vantagem”, continuou.

A segunda colocação colocou Nasr na terceira posição do campeonato, apenas um ponto atrás de Fabio Leimer, o vice-líder, e 12 de diferença para Coletti, o líder após a rodada dupla na Malásia. Sem ver dois dos principais concorrentes pontuando, ele considerou a posição final como um resultado muito bom.

"O importante foi ter terminado no pódio em segundo lugar e marcado pontos suficientes para pular para a terceira colocação do campeonato, apenas um ponto atrás do Leimer e 12 atrás do Coletti. Foi um ótimo resultado considerando que ainda temos que mexer mais no carro e que dois adversários diretos, Calado e Leimer, não marcaram", finalizou.

A próxima etapa do campeonato da GP2 acontece entre os dias 19 e 21 de abril, no circuito de Sakhir, no Bahrein.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube