F2
29/09/2018 11:58

Albon conta com erro da 'equipe da casa' e vence primeira corrida da F2 na Rússia. Sette Câmara é 5º

Alexander Albon foi muito bem na primeira corrida da F2 na Rússia. No fim das contas, teria uma batalha mais apertada com Artem Markelov não fosse um erro grosseiro da equipe Russian Time, mas nada que mude o patamar da vitória do novo vice-líder da F2
Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
 A DAMS comemora a dobradinha (Foto: F2)
Entre alguns problemas importantes no pit-lane que deram ares de definição à corrida e ao campeonato, Alexander Albon foi quem comandou as ações da F2 na primeira corrida do fim de semana da Rússia, realizada na manhã deste sábado (29). O tailandês da DAMS mostrou extrema velocidade desde o começo e se colocou em posição de vencer durante cada decisão importante do dia. 
 
Albon, afinal, teve de ganhar as posições de Nyck de Vries e Antonio Fuoco no começo da prova e depois limpar uma série de carros para não deixar Artem Markelov passá-lo indiretamente com o auxílio do pit-lane. Muito seguro, conseguiu tudo isso.
 
O segundo posto ficou exatamente com Nicholas Latifi, o companheiro de equipe, que apenas no final da prova apareceu entre os primeiros. O canadense executou uma importante ultrapassagem para cima de De Vries nas voltas finais. 
 
Com De Vries em tereiro, George Russell viveu uma gangorra. Largou entre os primeiros, perdeu várias colocações e no fim retornou ao quarto posto. Sem pontos de Norris, ele se aproxima um pouco mais do título da categoria. 
 
Sérgio Sette Câmara foi o quinto, com Fuoco, Alessio Lorandi, Nirei Fukuzumi e Tadasuke Makino completaram o top-10. Norris abandonou após a equipe soltá-lo na pista com uma roda solta, enquanto a Russian Times não estava pronta para trocar os pneus quando Markelov, então líder, apareceu nos boxes. Uma confusão danada que jogou o piloto da casa para a 12ª colocação.
 
A classificação do campeonato agora tem Russell com 20 pontos de frente para um novo vice: Albon. Com três corridas pela frente, o campeonato ainda tem 55 pontos em jogo.
Alexander Albon vibra ao sair do carro (Foto: F2)
Confira como foi:
 
A largada da primeira corrida do GP da Rússia da F2 teve Nyck de Vries abrindo bem na frente e um toque mais atrás entre Tadasuke Makino e Luca Ghiotto que podia ter sido bem pior ainda no momento em que todos os pilotos formavam apenas um pelotão.
 
Os pilotos da Carlin, por outro lado, não partiram tão bem. Lando Norris caiu para quarto, enquanto Sérgio Sette Câmara desceu também um posto. Rápido desde o começo, Alexander Albon ultrapassou George Russell pela segunda colocação.
 
Enquanto Russell continuava caindo, até o sexto lugar, Antonio Fuoco ganhava ritmo. Logo tirou Albon da segunda colocação e passou a perseguir De Vries. Mais atrás, Artem Markelov começava a fazer uma fila de ultrapassagens e entrava no top-3.
 
Com o russo pressionando, Fuoco também encostava em De Vries. Era uma situação de sobrevivência do italiano na pista, e ele respondeu bem. Ultrapassou e tomou a ponta na sétima volta. Em seguida, entretanto, foi para os boxes na abertura de janela. 
 
Norris viveu um drama durante a troca. Primeiro, se posicionou mal; depois, a Carlin errou na troca. O inglês foi desfilando pelo pit-lane com o pneu dianteiro direito solto. Acabou sendo o fim do dia para ele. Quem também teve uma dificuldade foi De Vries, que perdeu a posição para Albon. Louis Déletraz subiu na linha do pit-lane e acabou recebendo uma punição de 10s.
 
Markelov, sem sair para os boxes, assumia a liderança na pista e começava a tentar tirar o tempo necessário para confirmar a vantagem mesmo quando fizesse a parada obrigatória.
Alexander Albon (Foto: F2)
De volta à pista, Albon acelerava. O objetivo era limpar caminho e não perder tempo, para retomar a ponta uma vez que Markelov deixasse a pista. Começou cerca de 20s atrás, então ainda com margem para voltar à ponta. Logo deixou Sette Câmara para trás, assim como foi passando por Nicholas Latifi, Russell, Arjun Maini e, na 18º de 28 voltas, Dorian Boccolacci. Antes da 20ª, passou ainda Niko Kari e chegou ao quarto posto. Jack Aitken seria um obstáculo, mas foi para os boxes depois de uma saída da pista.
 
A questão era: Markelov continuava rápido e conseguia abrir 23s. Aparentemente, ao menos bom para ficar na briga pela vitória. O problema foi que a equipe errou em conjunto e estragou a corrida do russo. Markelov voltou apenas no 12º lugar. Fuoco e Nirei Fukuzumi, ainda sem parar nos boxes, passaram a ser líder e vice. O líder real da prova já era o terceiro colocado, Albon.
 
Logo que ambos pararam, a normalidade aponto. Albon sobrava na ponta, enquanto Latifi pressionava De Vries - e eventualmente passou. Russell era o quarto, Fukuzumi o quinto e Sette Câmara vinha em sexto. O brasileiro ainda passou o japonês no fim - Fukuzumi caiu para nono. Fuoco em sexto, Lorandi em sétimo e Roberto Merhi em oitavo chegaram antes de Fukuzimi. Makino fechou o top-10. Vitória de Albon, novo vice-líder.

F2, Sóchi, GP da Rússia, Corrida 1, Resultado Final:

1 ALEXANDER ALBON TAI DAMS 28 voltas 28 voltas
2 NICHOLAS LATIFI CAN DAMS +11.3  
3 NYCK DE VRIES HOL PREMA +14.2  
4 GEORGE RUSSELL ING ART +17.4  
5 SÉRGIO SETTE CÂMARA BRA CARLIN +22.9  
6 ANTONIO FUOCO ITA CHAROUZ +34.8  
7 ALESSIO LORANDI ITA TRIDENT +39.1  
8 ROBERTO MERHI ESP CAMPOS +41.3  
9 NIREI FUKUZUMI JAP ARDEN +43.4  
10 TADASUKE MAKINO JAP RUSSIAN TIME +46.4  
11 LOUIS DELÉTRAZ SUI CHAROUZ +51.6  
12 ARTEM MARKELOV RUS RUSSIAN TIME +53.4  
13 DORIAN BOCCOLACCI FRA MP +60.9  
14 JACK AITKEN ING ART +66.5  
15 ARJUN MAINI IND TRIDENT +1 volta  
16 MAXIMILIAN GÜNTHER ALE ARDEN +2 voltas  
17 NIKO KARI FIN MP +5 voltas NC
18 LANDO NORRIS ING CARLIN +22 voltas NC
19 LUCA GHIOTTO ESP CAMPOS +27 voltas NC
20 SEAN GELAEL INA PREMA +28 voltas NC