Correa deixa coma induzido e passa de estado crítico para sério

Em envolvido no acidente que vitimou Anthoine Hubert na corrida 1 da Fórmula 2 em Spa-Francorchamps, Juan Manuel Correa segue internado em Londres. Nesta sexta-feira (20), foi divulgado mais um comunicado sobre o estado de saúde do norte-americano, cujo quadro evolui de crítico para sério. Ele também deixou o coma induzido

Juan Manuel Correa deixou o coma induzido nesta semana, informou o boletim médio divulgado na tarde desta sexta-feira (20). O piloto de 19 anos, que se recupera do grave acidente que sofreu em Spa-Francorchamps na corrida 1 da Fórmula 2, segue na UTI, mas seu estado agora evoluiu de crítico para sério.
 
Ainda segundo a nota, Correa continua "frágil e vulnerável, em termos médicos". O jovem norte-americano, de origem equatoriana, agora precisa se recuperar para ser submetido a uma "grande cirurgia para minimizar riscos de lesões irreversíveis em sua perna direita, mas não podem realizar enquanto os pulmões não estiverem prontos para uma operação".

O competidor está sendo atendido em um hospital em Londres, na Inglaterra. Antes, havia sido submetido a uma cirurgia ainda em decorrência do acidente na etapa belga. Depois de chegar ao Reino Unido, Juan Manuel sofreu uma piora em seu estado e foi levado para a UTI, sendo colocado em coma induzido, para acelerar a recuperação. 

Juan Manuel Correa (Foto: Reprodução)

Confira o comunicado médico na íntegra:

 
A partir de hoje, Juan Manuel Correa foi removido da máquina ECMO, do suporte de vida e saiu do coma induzido. Mesmo sendo uma grande notícia e um grande passo na direção certa, ele ainda corre contra o tempo.
 
Juan Manuel está consciente, mas não está acordado. Os médicos informaram que ele precisa de mais dias por ficar em coma induzido por mais de duas semanas. Eles também citaram que Juan Manuel está frágil e vulnerável, em termos médicos, e seguirá na UTI. Sua condição melhorou de crítica para séria.
 
A prioridade médica de Juan Manuel muda de seus pulmões para as lesões nas pernas, que foram mantidas por mais de duas semanas e não foram cuidadas desde a intervenção emergencial no dia do acidente. Os médicos estão em uma corrida contra o tempo para realizar uma grande cirurgia para minimizar riscos de lesões irreversíveis em sua perna direita, mas não podem realizar enquanto os pulmões não estiverem prontos para uma operação.
 
Detalhes adicionais sobre o estado de Juan Manuel serão divulgados quando disponíveis.
 
Correa esteve envolvido no trágico acidente na corrida 1 da Fórmula 2 em Spa-Francorchamps. A prova, que aconteceu no dia 31 de agosto, vitimou o piloto Anthoine Hubert, de apenas 22 anos. Na última semana, o mundo do esporte a motor deu o último adeus ao francês.
 
Na última semana também, os pais de Correa, Maria e Juan Carlos, emitiram um comunicado para agradecer toda a força e apoio que estão recebendo durante o duro processo. Na nota, afirmaram que “as mensagens de vocês ajudam ele a lutar e nunca desistir”.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube