F2
25/08/2018 12:44

De Vries evita ataques em relargada e vence corrida 1 da F2 em Spa. Sette Câmara é 2º

Nyck de Vries teve como trunfo o ritmo forte e constante. Foi assim que o holandês abriu vantagem tanto na largada quanto na relargada, após um safety-car. Desse jeito, o brasileiro Sérgio Sette Câmara não teve chance de tentar ultrapassagem
Warm Up / VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 Nyck De Vries em Spa (Foto: Reprodução)
Nem mesmo um safety-car com 11 voltas para o fim serviu para complicar Nyck de Vries. O holandês fez uma atuação próxima da perfeição neste sábado (25) em Spa-Francorchamps, mantendo um ritmo forte ao longo da prova inteira para garantir a vitória na primeira corrida da F2 no fim de semana.
 
De Vries começou a abrir vantagem desde a largada. Sérgio Sette Câmara sempre esteve em segundo, mas nunca em condições de realmente atacar e brigar pela liderança. O safety-car, necessário pelo fogo no carro de Nirei Fukuzumi, era um alento. Mas não muito: quase que imediatamente, Nyck voltou a neutralizar qualquer ofensiva de Sérgio. Ao brasileiro, o prêmio de consolação foi um novo pódio na volta das férias de agosto.
 
O pódio ainda contou com George Russell, que conseguiu um resultado importante para o campeonato. O piloto júnior da Mercedes conseguiu segurar Lando Norris, principal rival na briga pelo título da F2. Depois de uma disputa na relargada, Russell manteve o terceiro posto, com Norris em quarto. Pouco atrás veio Alexander Albon, quinto após também falhar na tentativa de ultrapassagem.
Nyck de Vries faturou a primeira pole-position na F2 nesta sexta-feira (Foto: FIA F2)
O sexto lugar foi de Artem Markelov, que não conseguiu aproveitar muito bem os pneus macios nas últimas voltas. A zona de pontos se encerrou com Luca Ghiotto, Nicholas Latifi, Maximilian Günther e Roy Nissany.

Saiba como foi a corrida 1 de Spa-Francorchamps da F2

A corrida começou agitada para todos, menos para De Vries. O holandês não teve problemas para segurar o primeiro lugar na volta inicial. Logo atrás, mudança de posição: Sette Câmara passou Russell, virando segundo colocado. Logo atrás, Norris se meteu em um auê com outros pilotos para manter o quarto lugar.
 
A primeira volta terminou também com Fuoco, Albon, Ghiotto, Fukuzumi, Delétraz e Markelov fechando a zona de pontos. Na segunda, Ghiotto encaixou uma ultrapassagem ousada sobre Albon na Les Combes, trazendo Fukuzumi junto.
 
Na dianteira, De Vries fazia um belo trabalho. O holandês já abria quase 3s de vantagem sobre Sette Câmara, que tinha como prêmio de consolação o 1s6 sobre Russell.
Sérgio Sette Câmara conseguiu o segundo lugar (Foto: FIA Fórmula 2)
Conforme o top-10 se distanciava aos poucos, Markelov virava a garantia de diversão. O russo não tinha problemas para encontrar ultrapassagens, subindo para sétimo já na altura da volta 5. Restavam 20 até o fim e Artem aparentava ter condições de brigar até por pódio.
 
Na altura da volta 7, o russo já era sexto. Adiante, Norris e Fuoco pareciam destinados a precisar se defender. Foi questão de tempo para os três pilotos ficarem colados. O britânico era o melhor posicionado do trio, mas ao mesmo tempo aparentava ser o piloto com pior ritmo.
 
A resposta de Norris à falta de ritmo foi uma parada antecipada. O britânico veio aos boxes na volta 9, assim como Russell, então terceiro. Era um sinal de que os macios estavam se desgastando rapidamente. Sentindo isso, Sette Câmara veio aos boxes na volta 10. Sem maiores problemas, o brasileiro voltou na frente de Russell e Norris.
 
De Vries seguia pisando fundo e abrindo. A vantagem sobre Sette Câmara era de 7s6 antes do pit brasileiro, e com tendência de seguir crescendo. Estava claro que os pneus aguentavam, mas Nyck optou por ir aos boxes na 11 para evitar qualquer risco.
Nirei Fukuzumi tava pegando fogo, bicho (Foto: Reprodução)
De Vries voltou em meio a um bolo de pilotos intermediários com pneus gastos. E isso foi um problema: o holandês perdeu tempo fazendo ultrapassagens e trouxe Sette Câmara para perto. Na altura da volta 12, a diferença de mais de 7s já havia caído para 0s9.
 
Enquanto isso, Markelov era líder provisório. O russo só viria aos boxes mais tarde, tirando proveito dos pneus médios. A pista livre era uma vantagem clara para um piloto que sonhava também com a briga pela vitória na reta final.

O primeiro abandono da corrida veio na volta 15. O carro de Fukuzumi começou a pegar fogo na saída da Blanchimont, forçando o acionamento do safety-car. Quem ainda não tinha feito pit-stop resolveu a pendência, normalizando a ordem do grid. De Vries liderava, mas com Sette Câmara e Russell colados atrás. Markelov, em oitavo, buscaria a remontada com pneus macios contra outros com médios.
 
O safety-car finalmente voltou aos boxes na abertura da volta 18, após longo hiato para recuperar o carro de Fukuzumi.
A chuva ameaçou, mas não caiu (Foto: Reprodução)
A principal briga na relargada foi pelo terceiro lugar. Norris veio com firmeza para cima de Russell, quase levando a posição no fim da reta Kemmel. Na frente, De Vries começava a abrir uma vantagem mais confortável sobre Sette Câmara.

Ainda na primeira volta após a relargada, o primeiro acidente do dia. Ralph Boschung perdeu controle na curva Bruxelles, batendo e abandonando no ato. Parecia que outro safety-car seria necessário, mas não foi o caso.

Depois, a corrida seguiu com muitas ameaças e pouca ação. Albon tentou passar Norris na penúltima volta, mas não encontrou espaço na Le Combes. Quem conseguiu mesmo foi Markelov, que conseguiu passar Ghiotto literalmente na linha de chegada, nos últimos metros.

F2 2018, Spa-Francorchamps, corrida 1, final:

1 NYCK DE VRIES HOL PREMA   25 voltas
2 SÉRGIO SETTE CÂMARA BRA CARLIN +3.1  
3 GEORGE RUSSELL ING ART +7.5  
4 LANDO NORRIS ING CARLIN +8.9  
5 ALEXANDER ALBON TAI DAMS +9.4  
6 ARTEM MARKELOV RUS RUSSIAN TIME +13.1  
7 LUCA GHIOTTO ITA CAMPOS +13.2  
8 NICHOLAS LATIFI CAN DAMS +14.6  
9 MAXIMILIAN GÜNTHER ALE ARDEN +15.9  
10 ROY NISSANY ISR CAMPOS +22.3  
11 JACK AITKEN ING ART +23.9  
12 TADASUKE MAKINO JAP RUSSIAN TIME +24.4  
13 ALESSIO LORANDI ITA TRIDENT +26.4  
14 ARJUN MAINI IND TRIDENT +28.9  
15 DORIAN BOCCOLACCI FRA MP +29.6  
16 SEAN GELAEL INA PREMA +32.4  
17 ANTONIO FUOCO ITA CHAROUZ +32.7  
18 LOUIS DELÉTRAZ SUI CHAROUZ +34.1  
19 RALPH BOSCHUNG SUI MP +5 voltas NC
20 NIREI FUKUZUMI JAP ARDEN +7 voltas NC