F1 e F3 fazem 1 minuto de silêncio em memória de Hubert em Spa-Francorchamps

Em clima de profunda consternação em razão da morte trágica de Anthoine Hubert no último sábado, os pilotos da F1, F2, F3, dirigentes e chefes de equipe se uniram e homenagearam o francês com 1 minuto de silêncio em sua memória. Hubert foi lembrado também pouco antes da largada das 4 Horas de Silverstone, abertura da supertemporada 2019/20 do WEC

O domingo (1) que marca a disputa do GP da Bélgica de F1 também traz vários tributos em memória de Anthoine Hubert, vítima de um acidente fatal no início da corrida 1 da F2 no último sábado em Spa-Francorchamps. Nesta manhã, antes da largada da segunda prova da F3, pilotos, chefes de equipe, dirigentes e também pai, mãe e o irmão de Hubert, se uniram na reta de chegada do circuito belga e fizeram 1 minuto de silêncio em homenagem ao piloto francês.
 
Vários pilotos da F1 se uniram aos jovens da F3 e da F2 em memória de Hubert, como Sebastian Vettel e Charles Leclerc. O monegasco era um dos mais próximos de Anthoine e se mostrou muito abalado com a perda do amigo.
Homenagem a Anthoine Hubert antes da corrida 2 da F3 em Spa-Francorchamps (Foto: Beto Issa)

A carreira de Leclerc tem grande influência de Jules Bianchi. Se hoje o monegasco ocupa um lugar de peso na Ferrari, tal fato é resultado direto da morte do piloto que sofreu um violento choque de um trator na cabeça no GP do Japão de 2014 e que veio a morrer nove meses depois. Era Bianchi que, no curso natural, seria companheiro de Vettel. É por Bianchi que Leclerc também corre.

 
Charles conseguiu uma grande pole neste sábado. A terceira na carreira deu-se de forma devastadora, colocando mais de 0s7 sobre Vettel na dobradinha esperada da Ferrari no grid do GP da Bélgica. Mas Leclerc teve pouco tempo para comemorar. 
 
Logo veio a corrida da F2, e com ele o aterrorizante acidente que conduziu à morte de Hubert. Leclerc e Hubert tiveram suas carreiras crescendo concomitantemente – Anthoine, inclusive, é dois anos mais velho. É mais uma perda próxima.
Charles Leclerc se emociona ao abraçar mãe de Anthoine Hubert (Foto: LAT/Twitter)

Natural, assim, que Leclerc tenha sido um dos primeiros a chegar e homenagear o amigo no tributo que foi organizado neste domingo (1) em Spa-Francorchamps antes da corrida da F3. Charles deu um longo abraço na mãe e no irmão de Hubert. Ao deixar o evento, acompanhado por Mattia Binotto, precisou ser amparado pelo chefe.

 
Além do minuto de silêncio cumprido antes da largada da F3, a F1 também vai prestar sua homenagem às 14h53 (horário local), 9h53 de Brasília, e um vídeo em tributo de Hubert vai ser exibido nos telões espalhados pelo circuito.
 
Ainda nesta manhã, a F1, por meio de sua conta no Twitter, se pronunciou a respeito das homenagens.
 
“Hoje nós corremos. Fazemos isso com o coração mais pesado e carregaremos a memória de Anthoine por toda a parte. Assim como foi para Anthoine, corrida é nossa paixão e nosso sonho. Ela nos define. Hoje, corremos para Anthoine. E hoje, e sempre, o honraremos”.
 
Há pouco, na tradicional parada dos pilotos da F1, o carro de segurança que puxou a fila trazia uma grande bandeira francesa em memória de Hubert. Os pilotos usaram tarjas pretas para lembrar do jovem piloto.
Safety-car puxa fila da parada dos pilotos com bandeira francesa em memória de Hubert (Foto: F1/Twitter)

O piloto também foi lembrado em várias partes do mundo. No último sábado, a Indy promoveu 1 minuto de silêncio por Hubert antes da abertura das atividades de pista em Portland

 
E neste domingo, nos minutos que antecederam a largada das 4 Horas de Silverstone, pilotos e dirigentes do Mundial de Endurance prestaram tributo ao talentoso francês, lembrado também pelo Mundial de Ralicross, que promove neste fim de semana mais uma etapa do campeonato, justamente na França que sente a morte de Anthoine Hubert.
Charles Leclerc é consolado por Mattia Binotto em Spa-Francorchamps (Foto: Twitter)

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube