Filippi larga na pole-position em Cingapura. Com chances de título, Razia é apenas nono no grid

De volta à GP2 nas duas últimas etapas, Luca Filippi mostrou sua força e vai largar na pole-position na primeira bateria da última etapa da categoria, que acontece em Cingapura. Na luta pelo título, Davide Valsecchi é sexto e Luiz Razia larga na nona posição

Após o único treino livre ser disputado com chuva, os pilotos da GP2 entraram na pista de Marina Bay, em Cingapura, nesta sexta-feira (21), para disputar o classificatório da penúltima bateria da temporada. E mostrando que voltou com tudo, Luca Filippi vai largar na pole-position da primeira prova do final de semana.

Com o tempo de 1min59s444, o italiano superou Max Chilton, anunciado como novo piloto reserva da Marussia até o final da temporada, por apenas 0s052 em uma sessão que foi dominada por Jolyon Palmer, iSport, até os minutos finais, mas que acabou sendo superado por Filippi, Chilton e Esteban Gutiérrez, da Lotus.

Filippi larga na pole-position da primeira bateria da GP2 em Cingapura (Foto: GP2)

Na briga pelo título, Davide Valsecchi se deu bem e vai largar três posições à frente de Luiz Razia. Líder do campeonato com 229, 25 a mais que o rival, o piloto da Dams vai largar na sexta colocação, enquanto o brasileiro conseguiu apenas o nono posto no grid de largada em Cingapura.

Fabio Leimer, da Racing Engineering, ficou com a quinta colocação, com Jonnt Cecotto Jr, Stefano Coletti e Sergio Canamasas completam os dez melhores colocados da primeira prova. Felipe Nasr larga apenas na 13ª colocação em sua estreia no circuito, enquanto Victor Guerin é o 22º.

A sessão acabou faltando com pouco menos de um minuto e meio para o final. Nigel Melker, da Ocean, bateu seu carro em um lugar perigoso e o treino não recomeçou, o que acabou prejudicando alguns pilotos que ainda preparavam sua última tentativa de volta rápida.

GP2, Cingapura, Marina Bay, classificação

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube