Vesti se vale do caos e vence corrida sprint da Fórmula 2 em Baku. Drugovich é 5º

Frederik Vesti aproveitou o caos absoluto do fim para passar Jehan Daruvala e construir a vitória da corrida 1 da Fórmula 2 no Azerbaijão

FÓRMULA 1 2022: TUDO SOBRE A SEXTA-FEIRA DO GP DO AZERBAIJÃO | Briefing

A primeira corrida do fim de semana da Fórmula 2 no Azerbaijão foi realizada na manhã deste sábado (11) em horário diferente ao que costuma acontecer – depois da classificação da F1 – por conta do fuso local. Assim, largou antes mesmo da categoria principal aparecer na pista. E a largada teve papel já fundamental, permitindo que Jehan Daruvala tomasse a primeira colocação e escapasse. Mas a segunda metade da corrida foi o mais absoluto caos e quem soube aproveitar melhor foi Frederik Vesti, que tomou a ponta no fim e partiu para a primeira vitória dele na categoria.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Relacionadas


A corrida não tinha tido qualquer problema até o fim da 14ª das 21 voltas. Daí em diante, acidentes seguidos, três intervenções do safety-car e a possibilidade de Vesti encostar e atacar Daruvala até conseguir a ultrapassagem.

Daruvala tomou a ponta na largada após Vesti escorregar e Jake Hughes, que era o pole ir muito mal. Vesti demorou algumas voltas para conseguir superar Hughes e, enquanto isso, Daruvala abria mais de 3s. Seria o suficiente para uma vitória tranquilo não fosse o acidente do companheiro, Dennis Hauger, que bateu sozinho ao tentar uma ultrapassagem impossível para cima de Théo Pourchaire.

A primeira relargada viu Daruvala se defender bem, mas Enzo Fittipaldi e Jüri Vips se acharam e causaram nova intervenção do safety-car. Aí, na segunda relargada, Vesti atacou, Daruvala espanou e a liderança trocou de mãos. Ainda, Richard Verschoor, que vinha em terceiro, bateu quando atacado por Liam Lawson e forçou nova entrada do carro de segurança.

A última relargada era apenas para a última volta, mas também terminou em problema. Não na frente, onde Vesti segurou tranquilo e venceu, mas lá atrás. Cem Bölükbasi e Calan Williams se envolveram num acidente forte que ainda contou com Ralph Boschung. Era para terminar do jeito que estava.

Assim, primeira vitória de Vesti na Fórmula 2. Daruvala e Lawson fecharam o pódio, ao passo que Marcus Armstrong, Felipe Drugovich, Logan Sargeant, Theo Pourchaire e Ayumu Iwasa foram aos pontos. Hughes e Royn Nissany fecharam o top-10.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL. Ainda no sábado em Baku, o TL3 da Fórmula 1 está marcado para as 8h [de Brasília, GMT-3], enquanto a classificação começa às 11h. A corrida principal da F2 larga no domingo, às 4h05.

Jehan Daruvala saiu da largada na liderança (Foto: F2/Reprodução)

Confira como foi a corrida sprint:

Bom dia! Muito cedo na manhã brasileira, começo da tarde no horário azeri, a Fórmula 2 largou para a corrida sprint do fim de semana. A temperatura era alta, cruzava a linha dos 30°C ambientes e chegava a 50°C no asfalto. Jake Hughes, décimo colocado na classificação da sexta-feira, era quem largava na dianteira de acordo com o sistema de grid invertido para a primeira das duas provas do fim de semana.

A estrela da largada não foi o pole, porém. Jehan Daruvala saiu da terceira colocação. Frederik Vesti saiu de segundo e largou melhor, passando Hughes, mas patinou na curva um e abriu o caminho para Daruvala tracionar e tomar a dianteira rapidamente. Hughes ficou em segundo, enquanto Vesti caiu para o terceiro lugar.

Enquanto isso, Logan Sargeant era o quarto e vinha com Richard Verschoor e Marcus Armstrong logo atrás. Felipe Drugovich perdera duas posições e era o sétimo, Liam Lawson, Jüri Vips e Dennis Hauger fechavam o top-10.

A largada da corrida sprint da Fórmula 2 em Baku (Foto: F2/Reprodução)

O próximo movimento vinha da direção de prova, que acionou uma bandeira preta e laranja para Jack Doohan. O piloto australiano passou agressivamente por cima de uma zebra e danificou a asa dianteira. Precisava, assim, ir aos boxes fazer um reparo por ali e voltaria em último.

Vesti era mais rápido que Hughes e atacava pela segunda colocação. Inicialmente, tinha dificuldades para ganhar fôlego e achar espaço, mas o piloto da ART foi arrojado e colocou o bólido aberto por fora para fazer o mergulho e tomar a posição.

A ultrapassagem de Vesti começou a sequência infeliz de Hughes na corrida. Sargeant e Verschoor se aproveitaram da lentidão do pole para passarem também. O tempo que ficou em segundo, porém, foi fundamental para Daruvala, que abriu 3s5. Vesti, agora em segundo, rapidamente fazia a melhor volta da corrida e se mostrava o mais veloz na pista. Lá atrás, Amaury Cordeel saía da pista sozinho e ficava parado por alguns segundos na área de escape antes de retomar um caminho.

A ultrapassagem de Frederik Vesti em Jake Hughes (Foto: F2/Reprodução)

Hughes seguia sendo ultrapassado por basicamente todo mundo e deixava o top-10. Théo Pourchaire tentava se recuperar de um começo complicado de fim de semana e buscava entrar nos pontos ao ultrapassar Vips, mas o estoniano se defendia com habilidade e mantinha a posição.

A história da corrida ganhava um marco na 14ª de 21 voltas. Dennis Hauger veio atrás de Pourchaire na busca por entrar na briga com o francês e Vips, mas não tinha espaço hábil. Assim, o norueguês resolveu arriscar e se jogou por fora numa curva estreita. No primeiro momento, até tomou a frente, mas não conseguiu contornar a curva e deu de frente do muro. Safety-car na pista e fim de corrida para ele.

Dennis Hauger no muro (Foto: F2/Reprodução)

Além do próprio Hauger, o erro era extremamente custoso para a Prema. A equipe perdia um dos carros e via a vantagem construída na frente por Daruvala cair. A relargada igualava a todos e foi realizada na abertura da volta 17, mas a normalidade durou bem pouco.

Daruvala segurou a frente, assim como Vesti veio em segundo, mas Sargeant travou os pneus na entrada da curva e deixou Verschoor e Armstrong tomarem a terceira e quarta colocações. Mais atrás, Enzo Fittipaldi atacou Vips, que se defendeu. Os dois se tocaram e terminaram sem contornar a curva e parados entre a pista e a área de escape. Novo safety-car e fim da prova para o brasileiro, enquanto Vips ficava somente com a 19ª colocação.

A nova relargada, sim, apresentou uma mudança significativa. Na abertura da volta 18, Daruvala travou na tomada da curva e abriu espaço para Vesti fazer o movimento e jogar o carro na primeira colocação. Enquanto isso, Verschoor era atacado por Lawson e, na tentativa de se manter, também ia para o muro. Mais um safety-car, o terceiro seguido. Vesti agora era o líder e tinha Daruvala e Lawson nas posições de pódio.

O toque entre Enzo Fittipaldi e Jüri Vips (Foto: F2/Reprodução)

A sensação era que a corrida podia terminar em amarela – até porque Cem Bölükbasi e Olli Caldwell também tinham se encontrado, mas a direção de prova garantiu mais uma volta.

A relargada para uma volta final não ofereceu redenção a Daruvala. Vesti controlou bem e partiu para a vitória. Lawson fechou o pódio, enquanto Armstrong, Drugovich, Sargeant, Pourchaire e Ayumu Iwasa pontuaram. Ainda teve tempo de mais um acidente, esse forte, com Bölükbasi e Calan Williams de protagonistas e Ralph Boschung envolvido. Era mesmo hora de terminar.

Fórmula 2 2022, GP do Azerbaijão, Baku, Corrida Sprint, Resultado Final:

1F VESTIART 21 voltas
2J DARUVALAPrema+0.380
3L LAWSONCarlin+1.102
4M ARMSTRONGHitech+1.517
5F DRUGOVICHMP+1.764
6L SARGEANTCarlin+2.178
7T POURCHAIREART+2.668
8A IWASADAMS+3.246
9J HUGHESVan Amersfoort+5.496
10R NISSANYDAMS+7.381
11J DOOHANVirtuosi+7.573
12J VIPSHitech+8.027
13A CORDEELVan Amersfoort+8.997
14C NOVALAKMP+9.290
15R BOSCHUNGCamposNC
16C WILLIAMSTridentNC
17M SATOVirtuosiNC
18C BÖLÜKBASICharouzNC
19O CALDWELLCamposNC
20R VERSCHOORTridentNC
21E FITTIPALDICharouzNC
22D HAUGERPremaNC
BOTTAS É O PILOTO MAIS FELIZ DA FÓRMULA 1 2022
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 2 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.