F2

Fuoco assume ponta na largada e vence corrida 2 em Abu Dhabi sem ameaças. Sette Câmara sofre problema

O jovem Antonio Fuoco, piloto com a carreira ligada à Ferrari, dominou a última corrida da temporada da F2. Fuoco ultrapassou Robert Merhi, o pole, ainda na largada e caminhou para a vitória. Sérgio Sette Câmara ficou parado no grid no momento da volta de apresentação, e acabou largando do pit-lane
Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
 Antonio Fuoco (Foto: Charouz Racing)



Antonio Fuoco fez uma largada impecável para tomar a liderança e partir para a vitória na segunda corrida do fim de semana da F2 em Abu Dhabi, na manhã deste domingo (25). Entre pressão por um lugar do pódio, abandonos e erros na pista cometidos ao redor do grid, Fuoco passou incólume e jamais foi ameaçado.
 
A briga pela segunda colocação, sim, foi pegada. O pole Roberto Merhi foi pressionado por Lando Norris durante quase toda a corrida, mas foi se segurando. Apenas na volta final foi que Norris conseguiu efetuar a ultrapassagem - e rodou logo após da linha de chegada quando foi comemorar com a equipe, diga-se. Merhi saiu do traçado duas vezes na disputa e teve de se contentar com o terceiro posto.
 
O campeão George Russell pulou do oitavo para o quarto posto logo de cara e assim se manteve até o fim, embora tenha dado a impressão em certo momento de que iria chegar para brigar com o Merhi e Norris. 
 
Nyck de Vries, Louis Delétraz, Artem Markelov e Alexander Albon fecharam a zona de classificação. Sérgio Sette Câmara precisou largar do pit-lane após o carro da Carlin ficar parado no grid na tentativa de sair para a volta de formação. Mesmo assim, andou o suficiente para recuperar posições até o décimo lugar.
 
A temporada terminar com Russell campeão e Norris vice, ambos de partida para a F1. Albon, terceira no campeonato, negocia com a Toro Rosso e também pode pintar no Mundial em 2019.
Antonio Fuoco (Foto: Charouz Racing)
Confira como foi a corrida:
 
A última corrida da temporada da F2 nao queria começar. Após a volta de apresentação, os procedimentos de largada foram abandonados por Sean Gelael ter parado o carro fora do colchete. Na hora de mais uma volta de formação do grid, Sérgio Sette Câmara ficou travado e precisou ser levado ao pit-lane, de onde largou. 
 
Quando a largada enfim se concretizou, Antonio Fuoco deixou o pole Roberto Merhi para trás de passagem para tomar a ponta. George Russell, o campeão, partiu muito bem: de oitavo para quinto e quase tomando a posição de Lando Norris. Nyck de Vries, que passara Norris, foi ultrapassado de volta ainda na primeira volta.
 
Um acidente envolvendo Gelael, Niko Kari e Tadasuke Makino acabou com a prova de ambos e obrigou os comissários a convocar a entrada do safety-car-virtual. 
 
Na relargada, Merhi saiu do traçado, mas conseguiu permanecer no segundo posto. Norris passou a encostar, mas o espanhol resistia. Na busca para se aproximar das primeiras colocações, tanto Artem Markelov quanto Alexander Albon deixaram Dorian Boccolacci para trás e assumiram as posições oito e nove. E Markelov também ignorou Luca Ghiotto para tomar mais espaço.
 
Após largar bem e sentir um desconforto com o carro, Russell passava a ganhar velocidade e ultrapassou De Vries. 
 
Dan Ticktum, que estreou na categoria na prova do sábado e foi bem, teve de abandonar o carro nos boxes, com problemas. Era o quinto que deixava a prova, após os três envolvidos no acidente da primeira volta e Arjun Maini, que bateu ontem, tentou largar dos boxes, mas não teve grande sucesso.
 
Markelov, com mais sorte do juízo, tentava tomar a sexta colocação de Delétraz, mas não se entendia bem com o carro da Russian Time. Em quatro voltas, saiu do traçado quatro vezes. De alguma forma, conseguiu não perder a posição para Ghiotto, mas tinha a atenção chamada pelo rádio.
 
Depois de um começo movimentado, a segunda metade da corrida se mostrar bastante morna.

O que esquentou na última volta foi a briga pelo segundo lugar. Norris atacou Merhi e passou depois de muito tentar, mas o espanhol voltou para cima, tentou se recuperar, e acabou saindo da pista mais uma vez. Não perdeu o terceiro lugar, mas ficou atrás de Lando, que confirmou o vice-campeonato. Ao cruzar a linha de chegada, no entanto, foi comemorar com a galera da Carlin e rodou sozinho. Um perigo.

Atrás dos três, Russell, De Vries, Delétraz, Markelov e Albon fecharam a zona de classificação.

F2, Abu Dhabi, Corrida 2, Resultado Final:


1 ANTONIO FUOCO ITA CHAROUZ 21 voltas  
2 LANDO NORRIS ING CARLIN +1.7  
3 ROBERTO MERHI ESP CAMPOS +3.6  
4 GEORGE RUSSELL ING ART +8.5  
5 NYCK DE VRIES HOL PREMA +9.4  
6 LOUIS DELÉTRAZ SUI CHAROUZ +11.0  
7 ARTEM MARKELOV RUS RUSSIAN TIME +12.9  
8 ALEXANDER ALBON TAI DAMS +15.0  
9 LUCA GHIOTTO ESP CAMPOS +19.6  
10 SÉRGIO SETTE CÂMARA BRA CARLIN +23.0  
11 DORIAN BOCCOLACCI FRA MP +24.4  
12 NIREI FUKUZUMI JAP ARDEN +27.8  
13 JACK AITKEN ING ART +30.5  
14 ALESSIO LORANDI ITA TRIDENT +33.2  
15 NICHOLAS LATIFI CAN DAMS +96.0  
16 DAN TICKTUM ING ARDEN +18 v NC
17 NIKO KARI FIN MP +20 v NC
18 TADASUKE MAKINO JAP RUSSIAN TIME +21 v NC
19 SEAN GELAEL INA PREMA +21 v NC
20 ARJUN MAINI IND TRIDENT   NL