F2

Ghiotto perde 2º lugar na corrida 1 da F2 em Mônaco por carro irregular, e Sette Câmara herda pódio

Luca Ghiotto terminou em segundo, mas uma peça irregular no sistema de direção trouxe punição dura: desclassificação na corrida 1 e obrigação de largar em último na 2. Melhor para Sérgio Sette Câmara, que sobe de terceiro para quarto

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Luca Ghiotto até bebeu champanhe após a corrida desta sexta-feira (24) da Fórmula 2 em Mônaco, mas não sustentou o segundo lugar conquistado na pista. Horas após a bandeira quadriculada, a categoria comunicou a exclusão do italiano da classificação final da corrida 1, apontando irregularidades no carro da UNI-Virtuosi.
 
De acordo com a categoria, Ghiotto competiu com uma peça do sistema de direção fora do regulamento. A equipe vai fazer as mudanças necessárias, mas não será capaz de impedir Luca de largar em último na corrida 2 do fim de semana.
Sérgio Sette Câmara conseguiu um pódio inesperado em Mônaco (Foto: FIA Fórmula 2)
Nobuharu Matsushita, originalmente terceiro, sobe para segundo. Sérgio Sette Câmara, por sua vez, foi promovido ao pódio: antes quarto, o brasileiro aparece em terceiro. No fim da zona de pontos, Nikita Mazepin herdou o último pontinho, referente à décima colocação.
 
Os comissários da F2 ainda aplicaram uma segunda punição, mas aí referente a erro de piloto. Mahaveer Raghunathan recebeu o acréscimo de 20s ao tempo total de prova por tocar a traseira de Jack Aitken, que, consequentemente, atingiu barreira de proteção e abandonou. Mesmo assim, pouco mudou na vida de Mahaveer, que segue classificado em 15º.
 
A punição de Ghiotto traz mudanças sutis ao grid de largada da corrida 2. Matsushita agora larga em sétimo, enquanto Sette Câmara surge em sexto. Nyck de Vries, vencedor da corrida, segue destinado a partir do oitavo posto.