Guerin lamenta fim de semana de resultados adversos na etapa da Hungria da GP2

21º e 23º: estes foram os resultados de Victor Guerin na nona rodada dupla da GP2, a sexta da qual participa. O paulista se envolveu em um toque na primeira corrida do fim de semana, e, neste domingo, ficou preso no fim do pelotão no travado Hungaroring

Victor Guerin lamentou mais um fim de semana de resultados ruins em seu ano de estreia na GP2. Na rodada dupla da Hungria, o paulista não foi além do 21º lugar no sábado e do 23º no domingo, e segue em busca de seus primeiros pontos na categoria.

Realista, o piloto reconheceu que esperava mais no circuito húngaro, onde conquistou seu melhor resultado enquanto competia na AutoGP, nesta mesma temporada, quando terminou uma das corridas na segunda posição. “Acabou valendo mais como aprendizado, como, aliás, tem sido meu projeto para este ano. Sei que estarei bem melhor preparado para uma possível continuação na GP2 em 2013”, falou Guerin.

Guerin não conseguiu repetir suas atuações de quando competiu na Hungria na AutoGP (Foto: GP2)

Na corrida do sábado, a principal, Guerin culpou um toque com seu companheiro de equipe – e seu companheiro de equipe – pelo resultado adverso. “Ele forçou a barra, nos tocamos e, sinceramente, não gostei”, disparou, referindo-se ao holandês Nigel Melker. As pazes, porém, foram feitas: “Conversamos e nos entendemos. Vamos considerar que foi apenas um incidente de corrida e deixar pra lá”.

Neste domingo, a prova teve pouquíssimas ultrapassagens, em um circuito que não as favorece, e Guerin ficou boa parte do tempo contido atrás de Josef Král. “Ele me segurou a prova inteira”, disse o piloto da equipe Ocean, que, em meio à disputa, não conseguiu administrar o desgaste dos pneus: “Nas últimas voltas, meus pneus simplesmente tinham acabado e precisei parar para trocar os quatro, mas sem qualquer chance de acontecer alguma coisa”.

A próxima etapa da GP2 acontece só daqui a pouco mais de um mês, em Spa-Francorchamps, na Bélgica. Essa será a antepenúltima etapa da temporada de 2012, que ainda terá provas na Itália e em Cingapura.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube