Lawson vence corrida 2 da Fórmula 2 no molhado em Mônaco. Brasileiros não pontuam

Liam Lawson voltou a vencer na temporada 2021 da Fórmula 2. O neozelandês da Hitech brilhou com uma ultrapassagem ‘na raça’ na volta 5 na Rascasse em cima de Oscar Piastri para assumir a liderança e não ser mais superado

Trailer dos personagens clássicos do F1 2021 (Vídeo: Codemasters)

Quem acordou por volta de 3h (de Brasília) deste sábado (22) para assistir à corrida 2 da rodada tripla de Mônaco da Fórmula 2 viu uma ultrapassagem de cinema que marcou a vitória do neozelandês Liam Lawson com a pista molhada e, depois, úmida nas ruas do Principado. O piloto da Hitech triunfou pela segunda vez na temporada e alcançou o topo depois de uma grande manobra para superar Oscar Piastri, da Prema, e arrancar para um grande triunfo nesta manhã. Dan Ticktum, que vem somando pontos muito importantes a cada corrida, foi o segundo com o carro da Carlin, enquanto Piastri terminou em terceiro depois de resistir à pressão de Jüri Vips, também da Hitech, quarto colocado.

Théo Pourchaire, que vai largar na pole-position da corrida 3, a principal do fim de semana, cruzou a linha de chegada em quinto com a ART Grand Prix. Ralph Boschung, com a Campos, obteve outro ótimo resultado no fim de semana e foi o sexto, à frente dos companheiros de equipe Richard Verschoor e Lirim Zendeli, da MP Motorsport. Jehan Daruvala, da Carlin, foi o nono, enquanto Jack Aitken, com a HWA, fechou o top-10.

Os brasileiros da Fórmula 2 ficaram longe dos pontos nesta manhã. Gianluca Petecof abandonou ainda nos primeiros metros depois de um pequeno contato com Marino Sato na curva Sainte-Dévote. A UNI-Virtuosi arriscou com uma estratégia ao chamar Felipe Drugovich e Guanyu Zhou para a troca dos pneus de chuva para os slicks. A tática não deu certo, os dois pilotos tiveram de fazer uma nova parada para voltar para os compostos de chuva e terminaram lá atrás. O paranaense foi o 15º, atrás de Guilherme Samaia e à frente do seu companheiro de equipe.

Com os resultados deste sábado, Zhou se manteve com 56 pontos, mas agora está 11 tentos à frente de Lawson, que assumiu a vice-liderança do campeonato, enquanto Ticktum é o terceiro e tem 35. Piastri soma 32 e é o quarto, seguido por Jehan Daruvala, zerado por enquanto em Mônaco, com 28. Richard Verschoor e Pourchaire estão empatados com 20 tentos, à frente de Christian Lundgaard, que abandonou, Juri Vips e Robert Shwartzman, 11º em Mônaco: todos com 16 tentos. Felipe Drugovich aparece em 11º na tabela do campeonato, com 14 pontos.

LIAM LAWSON; MÔNACO; CORRIDA 2; VITÓRIA;
Liam Lawson comemorou a vitória na corrida 2 em Mônaco (Foto: Formula Motorsport Ltd.)

A corrida que vai fechar a rodada tripla do fim de semana da Fórmula 2 em Mônaco, com Théo Pourchaire largando na pole-position, Felipe Drugovich em nono no grid, Gianluca Petecof em 19º e Guilherme Samaia em 20º, está marcada para 12h10 (de Brasília) e vai ter transmissão ao vivo do canal por assinatura BandSports e também pelo serviço de streaming F1 TV Pro.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi a corrida 2 da Fórmula 2 em Mônaco

GIANLUCA PETECOF; CAMPOS; MÔNACO; CORRIDA 2;
Gianluca Petecof abandonou logo na primeira volta da corrida 2 (Foto: Reprodução)

Pela regra do grid invertido em relação à primeira corrida, Marcus Armstrong, décimo colocado na prova de sexta-feira, conquistou o direito de largar na frente na prova que abriu o sábado da Fórmula 2 em Mônaco. Entretanto, o neozelandês enfrentou um problema no carro ainda na volta de saída para o grid e teve de largar do pit-lane. Melhor para Lawson, seu companheiro de equipe, que partiu com pista livre à frente.

Só que, com a pista bastante molhada, quem largou melhor foi Piastri, que conseguiu fazer a ultrapassagem e assumir a primeira posição. Também na primeira volta, Petecof, em outro ato de um fim de semana particularmente complicado, parou no guard-rail da curva Sainte-Dévote após ligeiro contato com o carro de Marino Sato.

Ainda na volta 2, Armstrong abandonou de vez depois de encostar o carro na área de escape da curva Sainte-Dévote, o que levou a direção de prova a acionar o safety-car virtual. Quando o ritmo da prova foi retomado com a bandeira verde, Lawson tratou de aumentar a pressão para cima de Piastri e tentou a manobra de ultrapassagem na volta 4. Não deu certo na primeira tentativa. Mas, na volta seguinte, o piloto do Red Bull Junior Team repetiu Armstrong contra Jehan Daruvala na sexta-feira, colocou por dentro na entrada da curva La Rascasse, passou Piastri e assumiu a liderança para não mais ser superado.

Daí em diante, Lawson abriu grande vantagem e correu praticamente sozinho nesta manhã, enquanto Piastri passava a ser pressionado por Ticktum. Naquele momento, a pista já apresentava um trilho seco, mas estava bastante úmida na maior parte do circuito.

LIAM LAWSON; OSCAR PIASTRI; MÔNACO; CORRIDA 2;
Lawson passou Piastri com ultrapassagem de cinema para tomar a liderança e vencer em Mônaco (Foto: Reprodução)

Na volta 11, o safety-car virtual voltou a ser acionado depois que Marino Sato escapou na Sainte-Dévote e ficou na área de escape. Foi então que a UNI-Virtuosi partiu para uma estratégia que, se desse certo, poderia colocar seus pilotos em condições de lutar pela vitória. A equipe britânica chamou Zhou, que estava em nono, e Drugovich, em 12º, para um pit-stop e trocar os pneus de chuva pelos slicks.

Só que a tática não deu certo porque a pista estava bastante molhada. A dupla não tinha praticamente como controlar o carro, perdeu uma volta em relação ao líder e teve de voltar aos boxes para fazer uma outra parada, revertendo a estratégica ao regressar para os pneus de pista molhada.

Logo depois, Christian Lundgaard, outro piloto com enorme azar no fim de semana, também abandonava a corrida depois de enfrentar problemas e ficar parado na curva Mirabeau na volta 19.

UNI-VIRTUOSI; GUANYU ZHOU; PIT-STOP
A Uni-Virtuosi arriscou na estratégia com Zhou e Drugovich, mas não deu certo (Foto: Reprodução)

Ticktum, depois de muito tentar, conseguiu fazer a ultrapassagem sobre Piastri na chicane Nouvelle e partiu para cima de Lawson, mas o neozelandês conseguiu controlar a vantagem. Mesmo depois que o safety-car foi acionado pela direção de prova em razão de um incidente envolvendo Bent Viscaal e David Beckmann, Ticktum não conseguiu fazer o suficiente para superar o piloto da Hitech, grande nome da manhã em Mônaco.

Fórmula 2 2021, Mônaco, corrida 2, final:

1L LAWSONHitech47:45.75828 voltas
2D TICKTUMCarlin+8.068
3O PIASTRIPrema+8.833
4J VIPSHitech+9.240
5T POURCHAIREART Grand Prix+10.169
6R BOSCHUNGCampos+14.336
7R VERSCHOORMP +16.449
8L ZENDELIMP +21.452
9J DARUVALACarlin+23.962
10J AITKENHWA +24.378
11R SHWARTZMANPrema+47.293
12B VISCAALTrident+1:11.957
13A DELEDDAHWA +1 volta
14G SAMAIACharouz+1 volta
15F DRUGOVICHUNI-Virtuosi+2 voltas
16G ZHOUUNI-Virtuosi+2 voltas
17D BECKMANNCharouz+5 voltas
18R NISSANYDAMS+6 voltas
19C LUNDGAARDART Grand Prix+12 voltas
20M SATOTrident+19 voltas
21M ARMSTRONGDAMS+26 voltas
22G PETECOFCampos+28 voltas

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar