Melker sofre grave acidente na saída da Eau Rouge. GP2 interrompe corrida com bandeira vermelha

Na terceira volta da primeira corrida do fim de semana da GP2 em Spa-Francorchamps, neste sábado (1), Nigel Melker, da Ocean, perdeu o controle do seu carro e bateu de frente em uma barreira de pneus na saída da Eau Rouge. Via Twitter, a categoria informou que o holandês está consciente

Um gravíssimo acidente na terceira volta da corrida 1 da GP2 em Spa-Francorchamps, na Bélgica, obrigou a direção de prova a acionar bandeira vermelha para interromper a disputa. Nigel Melker, piloto da equipe portuguesa Ocean, perdeu o controle do seu carro 25 na saída da veloz e temida Eau Rouge no início da prova deste sábado (1). O holandês passou reto e bateu de frente em uma barreira de pneus, que ficou destruída.

Melker foi resgatado pelo corpo médico belga, que logo chegou ao local da batida. Removido dos destroços do carro, o holandês estava consciente e foi levado, de ambulância, para um centro médico do autódromo para checagem das suas condições clínicas. Depois de algumas voltas com a corrida sob intervenção do safety-car, a direção de prova optou por acionar a bandeira vermelha para remover os detritos na pista.

Nigel Melker sofreu gravíssimo acidente na saída da Eau Rouge neste sábado (Foto: Reprodução/Twitter)

A corrida começou com certo atraso. Rio Haryanto fez largada tranquila e, como um veterano, suportou a pressão de Esteban Gutiérrez, James Calado e Marcus Ericsson e se manteve na primeira colocação. Mas o início da prova foi de incidentes no pelotão intermediário. Fabio Leimer e Rodolfo González ficaram pelo caminho ainda na primeira volta. Razia, por sua vez, era o 15º colocado, atrás dos compatriotas Felipe Nasr, em 11º, e Victor Guerin, em 12º.

A dupla da Lotus foi ultrapassada por Ericsson ainda no início da prova. O sueco da iSport partiu para cima de Haryanto, que não conseguia abrir vantagem na ponta. Gutiérrez, por sua vez, abriu a segunda volta atrás de Calado, mas pegou o vácuo do carro do britânico e fez a bela ultrapassagem na temida Eau Rouge, ganhando a terceira colocação.

Até que, na terceira volta, Nigel Melker sofreu um acidente assustador. Na saída da Eau Rouge, o holandês perdeu o controle do seu carro e bateu de frente na barreira de pneus. Segundos antes, no mesmo trecho, Ericsson passou Haryanto e assumiu a liderança da prova, que recebeu a intervenção do safety-car por conta da batida de Melker.

Minutos depois, a direção de prova decidiu interromper a corrida com bandeira vermelha para ter mais tempo para remoção dos inúmeros detritos que ficaram na pista, no local da batida de Melker. Via Twitter, a GP2 informou que o holandês está consciente e que foi removido para um centro médico para checagem das suas condições. A categoria veiculou imagens da batida de Melker em seguida, num claro indicativo de que o piloto está bem.

Com a bandeira amarela vigorando em toda a pista, a maioria do grid foi para os boxes realizar troca de pneus. Ficaram na pista Van der Garde, que assumiu a liderança, Stéphane Richelmi, sétimo, Simon Trummer, que subiu para nono, Stefano Coletti, em 13º, e Ricardo Teixeira, duas posições atrás. E Haryanto, se ainda tinha alguma chance de vitória, tratou de desperdiça-la depois de rodar, com pneus frios, na saída da Les Combes.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube