F2

Meta de título da F2, sonho da F1 e ‘Planos B’: Sette Câmara abre jogo sobre próximos passos da carreira

No terceiro ano de Fórmula 2, Sérgio Sette Câmara vive a necessidade de se afirmar como um possível piloto de F1 no futuro. Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, o brasileiro reconhece a necessidade de ser campeão para cumprir a missão

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim

 
Sérgio Sette Câmara tem um ano dos mais importantes pela frente. O brasileiro parte para a terceira temporada de Fórmula 2 em 2019 e surge como potencial candidato ao título. Mais do que ter chances, é hora de o brasileiro confirmar que pode dar voos mais altos e entrar na briga por vaga na F1 no futuro. Entrevistado pelo GRANDE PRÊMIO, já parece claro: Sette Câmara entende que o ano começa com ares de decisão.
 
Apesar de ainda considerar a possibilidade de seguir na F2 em 2020, Sette Câmara já começa a explorar os próximos passos da carreira. Com a juventude como trunfo, o piloto quer, mais do que conseguir vitórias, trazer atuações convincentes a ponto de se destacar. E, caso o sonho da F1 não se concretize, já existe uma ou outra categoria no radar para o futuro.