Piquet volta foco total à F2 em 2020, mas não descarta novas categorias no futuro

Pedro Piquet vai fazer sua estreia na Fórmula 2 em 2020. Totalmente focado em defender a Charouz, o jovem piloto deixou claro que, no momento, não tem interesse em fazer uma segunda categoria paralelamente

Pedro Piquet está disposto a focar toda sua energia para a Fórmula 2 em 2020. Falando sobre sua estreia, o piloto descartou tentar outras categorias em paralelo, apesar de deixar explícita sua vontade de experimentar no futuro.
 
Nos dois últimos anos, o filho do tricampeão Nelson disputou a Fórmula 3 – antigamente chamada de GP3. Em 2019, subiu três vezes ao pódio, sendo uma delas com vitórias, e terminou a classificação na quinta colocação.
 
O bom desempenho, avaliado assim pelo próprio piloto, garantiu uma passagem para a F2. Em 2020, vai defender a Charouz e vai contar com Louis Deletráz como companheiro de equipe. Com isso, Pedro vai ser o brasileiro mais próximo de chegar à Fórmula 1.
Pedro Piquet (Foto: Zak Mauger/GP3)

Ao ser questionado pelo GRANDE PRÊMIO se gostaria de experimentar novas categorias como o Endurance, o jovem competidor falou que não no momento, mas não descarta nada no futuro. “Eu gosto, mas o problema é que esses campeonatos, a Fórmula 2 principalmente, têm muitas corridas”, disse.
 

“Aí fica complicado de fazer F2 e uma outra categoria, acho que pode tirar um ano do foco. Ano que vem devo fazer só F2 mesmo, faço minhas corridas de kart”, seguiu.
 
Talvez uma ou outra corrida de Porsche de longa duração que o Dener [Pires, promotor da Porsche Cup] faz, mas quem sabe no futuro, quando estiver mais estabelecido pode ser uma opção”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube