Por “objetivos não cumpridos” na temporada da GP2, Coloni anuncia saída de Coletti

Stefano Coletti, monegasco de 23 anos que já chegou a participar do teste com novatos da F1 em Abu Dhabi pela Toro Rosso, está fora da Scuderia Coloni para as duas rodadas finais da GP2

De saída da GP2 no fim desta temporada, a Coloni anunciou, na tarde desta terça-feira (4), que Stefano Coletti não faz mais parte da equipe para as duas rodadas da categoria, em Monza, no próximo fim de semana, e em Cingapura, entre 22 e 23 de setembro. De acordo com a equipe,  substituto do monegasco para a rodada dupla na Itália será anunciado nos próximos dias.

“A rodada belga da GP2, em Spa-Francorchamps, foi a última da Scuderia Coloni e de Stefano Coletti juntos”, anunciou a equipe italiana, por meio de comunicado, nesta tarde. “Como os objetivos que foram definidos no início da temporada não foram cumpridos, a equipe e o piloto, em comum acordo, aceitaram se separar”, justificou.

Coletti fez sua última corrida como piloto da Coloni em Spa, no último domingo (Foto: GP2)

De fato, Coletti, monegasco de 23 anos que faz sua segunda temporada completa na GP2, faz temporada bastante discreta. Em 20 corridas, o piloto somou 35 pontos e está em 14º na classificação geral, tendo como melhor resultado o terceiro lugar na primeira corrida em Barcelona. Contudo, na comparação direta com seu companheiro de equipe, Fabio Onidi, Coletti está bem melhor, já que o italiano soma apenas 13 pontos.

A Coloni também está de saída da GP2 e disputará sua última temporada na categoria, restando as provas de Monza e Cingapura, que estreia na categoria neste ano. A cúpula da escuderia italiana disse que desacordos entre a Coloni e a GP2 motivaram a saída do time no fim de 2012.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube