Schumacher mira aprender com cada detalhe e revela objetivo: ser “o piloto perfeito”

Muito próximo de conquistar o título da Fórmula 2, Mick Schumacher salientou a curva de aprendizado e a capacidade de crescer passo a passo. O alemão reforçou que é importante cumprir as etapas: “Vai funcionar melhor do que se você tentar apressar as coisas”

Nas últimas semanas, Mick Schumacher vem sendo apontado nos bastidores do paddock da Fórmula 1 como futuro nome da principal categoria do automobilismo no ano que vem. O alemão, líder da Fórmula 2 com 22 pontos de vantagem para o segundo colocado, Callum Ilott, chegou a ser apontado como provável segundo piloto da Alfa Romeo, mas os caminhos indicam uma ida para a Haas em 2021. Contudo, muito além do objetivo final, que é chegar à Fórmula 1, o piloto de 21 anos quer algo além: se tornar o piloto perfeito.

E para alcançar a almejada perfeição, Mick entende que é preciso lapidar seu talento sem pressa, com um passo por vez, no tempo certo. “Tudo é uma curva de aprendizado”, afirmou o piloto da Prema na Fórmula 2 em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

FÓRMULA 2; F2; MICK SCHUMACHER; VITÓRIA; MONZA;
Como o pai, Mick Schumacher se mostra obstinado na busca pela perfeição (Foto: FIA F2)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Se você tirar um tempo para entrar nos detalhes, se você dedicar um tempo para aprender as coisas direito, a longo prazo vai funcionar melhor do que se você tentar apressar as coisas. A longo prazo, o que eu quero fazer é criar o piloto de corrida perfeito e me tornar o piloto completo”, salientou.

“É por isso que o ano passado foi tão importante, tentar entender cada pequeno detalhe antes de pensar nos resultados”, explicou. Mick faz menção ao ano complicado que marcou sua estreia na Fórmula 2 em 2019. E apesar de ter conquistado uma vitória, o piloto terminou o campeonato somente em 12º, o que gerou desconfiança sobre seu potencial mesmo após o título da Fórmula 3 Europeia, logrado também pela Prema, em 2018.

“Não quero falar sobre sorte, mas, de certa forma, ano passado foi uma temporada de muito azar: tivemos alguns problemas de confiabilidade e alguns toques, o que foi lamentável. Mas acho que sempre mostramos um bom ritmo, que era o que importava para nós”, comentou.

Na visão do filho de Michael Schumacher, embora os momentos de glória sejam importantes, os momentos difíceis têm ainda mais valor em razão do ensinamento. “No fim das contas, quero ir para a Fórmula 1 o mais bem preparado que eu puder e, para isso, também tenho de passar por momentos difíceis porque, durante eles, você aprende mais”.

Sem falar diretamente sobre o que será da sua jornada no ano que vem e se realmente vai para a Fórmula 1, o membro da Academia da Ferrari reforça que, no momento, o foco maior está na luta pelo título da Fórmula 2.

O objetivo final é a Fórmula 1, acho que é a mesma coisa para todos os que estão na Fórmula 1, mas há vagas muito limitadas na Fórmula 1. Nós não falamos sobre isso e não recebemos informações a respeito”, declarou.

“Para mim, é importante falar sobre a Fórmula 2, focar nisso 100% e fazer meu trabalho ali. Se fizer bem, vou chamar a atenção e os caras lá em cima vão perceber o que está acontecendo”, finalizou Mick Schumacher, enquanto aguarda pelas duas rodadas duplas no Bahrein, no último fim de semana de novembro e no primeiro de dezembro, para decidir o título da temporada 2020.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube