Schumacher se vê “no caminho”, mas põe sorte como fator para subir para F1

Apesar de não somar pódios em sua primeira temporada pela Fórmula 2, Mick Schumacher acredita que está no caminho certo para conquistar um lugar na Fórmula 1. Piloto da Prema é 14º na classificação

Em sua primeira temporada na Fórmula 2, Mick Schumacher ainda não correspondeu às expectativas colocadas após o título da F3 europeia em 2018. Correndo pela Prema, é o 14º colocado na classificação e ainda não somou pódios.
 
Filho do heptacampeão mundial Michael, o jovem alemão acredita que está ficando cada vez mais confortável na categoria de suporte, e crê que a falta de sorte impediu resultados melhores, como na rodada dupla da França, quando se acidentou com o companheiro de equipe Sean Gelael e não pontuou no fim de semana.
 
"Creio que estamos na direção correta. Demonstramos que temos velocidade e potencial necessário para estar na parte da frente. Nenhuma estrela caiu do céu ainda. Desde cedo, nada foi fácil e não tivemos muita sorte, mas aprendemos nos momentos mais complicados", comentou em entrevista à agência alemã DPA.
Fórmula 2)" />
Mick Schumacher (Foto: FIA Fórmula 2)
Aos 20 anos, Schumacher testou um carro de Fórmula 1 em duas oportunidades, pela Ferrari e Alfa Romeo. Apesar de não ter a superlicença, o piloto acredita que está no caminho certo para ganhar um espaço no grid no futuro.
 
"Todo mundo precisa passar por momentos duros. Acho que estou no caminho para a Fórmula 1. Dou um passo de cada vez, me sinto cada vez mais confortável. Espero que em breve seja suficiente para subir para a F1. É difícil dizer quando, porque é necessário sorte para achar um lugar vazio. Você precisa esperar e cruzar os dedos”, completou.
Paddockast #25
Bênçãos e Maldições da Fórmula E

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube