F2
25/05/2018 16:29

Sette Câmara passa por segunda avaliação médica após luxação no pulso e é vetado da corrida 2 em Mônaco

Sérgio Sette Câmara está fora da segunda prova da F2 em Mônaco. O forte acidente sofrido ainda na classificação provocou uma luxação no pulso direito que o deixou de fora da corrida 1. Após uma segunda avaliação, os médicos decidiram impedir o piloto de correr neste sábado
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
 Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA Fórmula 2)

Depois de perder a primeira corrida da F2 em Mônaco, nesta sexta-feira (25), Sérgio Sette Câmara também vai ficar fora da etapa complementar da rodada monegasca neste sábado. O piloto da Carlin passou por uma segunda avaliação, e os médicos decidiram por precaução deixá-lo de fora da disputa. O brasileiro tem uma luxação no pulso direito decorrente de um acidente sofrido durante a classificação, na última quinta-feira.
 
Sette Câmara bateu forte na Sainte Dévote já nos instantes finais da sessão que definiu as posições de largada e, no rádio, já se queixava de muita dor na mão. O mineiro foi submetido a exames, em que foi descartada qualquer fratura, mas a luxação foi identificada.
 
"O piloto fez vários exames de imagem e, na manhã de hoje, foi avaliado pelos médicos da Federação Internacional de Automobilismo. Em virtude da séria luxação no pulso direito, a princípio, o piloto não foi liberado para participar da corrida desta sexta-feira. Porém, após uma segunda análise, a FIA achou por bem vetar, também, a participação do brasileiro na corrida deste sábado", informou a assessoria de Sette Câmara, em nota, na tarde desta sexta-feira.
Sette Câmara bate na saída da Sainte Dévote durante classificação da F2 (Foto: Reprodução)
O mineiro já deixou Monte Carlo e está à caminho de Barcelona, cidade onde mora há quatro anos e onde vai dar continuidade a sua recuperação. A quinta rodada do Mundial de F2 será entre os dias 22 e 24 de junho, em Paul Ricard, na França.
 
"Ontem, durante a classificação, quando eu buscava o limite do carro para tentarmos a pole, sofri um acidente na última volta. Tive uma contusão na mão direita e os médicos da FIA entenderam por bem não permitir minha participação nas corridas deste fim de semana. Estou extremamente chateado! Mas, isso não vai me abalar. Vou focar 100% na minha recuperação para a próxima corrida em Paul Ricard, daqui a um mês", explicou o piloto, que havia registrado a quarta colocação no grid.