Sette Câmara prefere passagem pela Carlin à Dams: “Não tinha tanta expectativa”

Na opinião de Sérgio Sette Câmara, sua passagem pela Carlin foi melhor do que pela Dams. A baixa expectativa e a aposta que rendeu alto pesam na visão do piloto brasileiro

Sérgio Sette Câmara completou terceiro ano na Fórmula 2. Após estreia modesta na MP Motorsport, em 2017, fez uma temporada pela Carlin antes de ir para a Dams, onde registrou duas vitórias, ficou em quarto no campeonato e garantiu a sonhada superlicença.
 
Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, Sette Câmara comparou as duas temporadas em carros competitivos da categoria. Para ele 2019, foi apenas melhor nos números, enquanto 2018 chamou atenção por ser um ano surpreendente.
 
"Comparado com 2018, em números foi melhor. Consegui duas poles, duas vitórias. No outro ano consegui só uma pole. Acho que o número de pódios foi parecido, senão igual. Eu também pontuei mais. Foi um ano melhor em termos de resultados, mas o ano passado foi uma surpresa muito boa, digamos assim", disse o mineiro, que está com futuro indefinido para 2020.
Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA Fórmula 2)
Na opinião de Sette Câmara, a ida para a Carlin em 2018 foi uma boa aposta, já que estaria ao lado de Lando Norris [vice-campeão daquele ano e que foi promovido para a F1]. Pelas baixas expectativas, o desempenho foi melhor, ao contrário do que aconteceu na Dams em 2019, time que conquistou o Mundial de Construtores.
 
"Eu tinha feito o ano inicial na F2 em uma equipe pequena, estava indo para a Carlin, sabia que se o Lando [Norris] estivesse ali é porque a equipe iria ser boa, mas era uma aposta, que deu muito certo, e nessa circunstância, você fica com uma sensação muito boa de sucesso, ano bom, positivo, porque não tinha tanta expectativa. Esse ano foi bom, sim, mas com muita expectativa também. Não termino o ano pensando em temporada excelente, e apenas que foi bom, avalio desta forma", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar