Após redução do calendário para quatro etapas, organização da F3 Inglesa espera 15 carros em 2013

Em um evento na noite desta quinta-feira, o responsável pelo campeonato, Benjamin Franassovici, se mostrou satisfeito com o interesse das equipes e disse que espera 15 carros competindo em 2013

Na tentativa de manter a F3 Inglesa viva, a organização do tradicional certame de base afirmou na noite desta quinta-feira (7) que está satisfeita com a procura das equipes pelo reformulado campeonato. Com início marcado para os dias 25 e 26 de maio, em Silverstone, a expectativa é que o certame atraia ao menos 15 carros.

O responsável pela F3 Inglesa Inglesa, Benjamin Franassovici afirmou que está satisfeito com a resposta das equipes até agora e espera ver um campeonato competitivo, ainda que curto, para honrar toda a história do certame.

A organizaçaõ da F3 Inglesa espera 15 carros em 2013 (Foto: F3 Inglesa)

“Em cooperação com nossos parceiros, nós estamos comprometidos em guardar um longo futuro para o campeonato e proteger sua rica história”, disse. “O suporte que nós recebemos quando fizemos nosso anúncio sobre a diminuição do calendário foi fantástico e nos mostrou que estamos na direção correta”, declarou.

De acordo com a revista inglesa ‘Autosport’, dos 15 carros estimados, quatro são da Carlin, enquanto Fortec e Double R devem inscrever dois cada. A West-Tec, que disputa a F3 Espanhola, também já havia anunciado a presença de um piloto. Além disso, há negociações para que o time de Trevor Carlin possa inscrever mais dois carros, além de conversas com outras equipes da F3 Europeia e da F3 Espanhola. A Performance, da F3 Alemã, também já havia declarado interesse em participar do certame.

Franassovici disse que esse interesse pelo campeonato acontece porque a categoria tomou a decisão correta da diminuir o calendário de 2013 de dez para quatro etapas com antecedência – no fim do mês de janeiro, devido a falta de interesse de pilotos –, o que permitiu os times a considerarem a F3 Inglesa no planejamento.

“Foi importante tomar uma decisão cedo. As atuais equipes da F3 Inglesa deram uma resposta positiva e estão todas planejando inscrever carros. A National Class, agora aberta a carros de outros campeonatos da Europa, também foi bem recebida”, avaliou.

“A decisão foi tomada em um momento correto para permitir que a F3 Inglesa continue além de 2013. Vamos fazer o nosso melhor para apoiar a categoria e garantir o prestígio, assim como continuar como um passo essencial na busca pelo maior nível do esporte”, completou o dirigente.

O dirigente considerou, ainda, que o grid deve atrair mais carros na segunda etapa, em Spa-Francorchamps, onde deve ter a presença maciça das equipes da F3 Europeia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube