Eriksson vence corrida 3 na Áustria, Norris bate na última volta e decisão da F3 fica para Hockenheim

Lando Norris quase garantiu o título da temporada da F3 Europeia neste domingo, mas bateu na última volta da prova em Spielberg, na Áustria, e decisão fica para etapa final, em Hockenheim. Maximilian Gunther fica em quinto e mantém esperança

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Faltou pouco para Lando Norris, o "protegido" da McLaren, conquistar o título da F3 Europeia já neste domingo (24). Menos de uma volta, inclusive. No giro final da corrida 3 da categoria no circuito de Spielberg, na Áustria, o britânico colidiu com Ralf Aron e teve que abandonar a prova quando era segundo colocado, mais do que o suficiente para que o título fosse garantido. Com o problema, a briga vai para Hockenheim, em outubro.

Mesmo não completando a prova, Norris só não se tornou campeão pois Maximilian Gunther, o único que ainda pode tirar a taça das mãos do piloto da Carlin, terminou a corrida em quinto. Agora, Norris vai com vantagem de 72 pontos para as corridas finais na Alemanha, com 75 em jogo – ou seja, só ium milagre tira das mãos de Norris a conquista.

Alheio a essa briga, Joel Eriksson venceu novamente (já havia triunfado na corrida 2, também neste domingo). Ele largou na pole e dominou de ponta a ponta, segurando a pressão de Norris. 

Joel Eriksson veneu duas das três corridas na Áustria (Foto: F3)

Eriksson, na verdade, não só segurou Norris como evitou acidente, já que o rival chegou a tentar ultrapassagens de forma apertada, com toques nos pneus e nas laterais dos carros. Norris chegou a perder parte da asa dianteira a tocar Eriksson faltando cinco voltas para o final.

"Tivemos uma boa briga nas voltas iniciais, com fair play. Depois veio o contato no final, eu o via vindo por todos os lados. Acho que ele estava muito animado com a chance de vencer", disse o sueco após a corrida.

Nikita Mazepin e Joey Mawson completaram o pódio, com Ferdinand Habsburg em quarto – Habsburg havia terminado em segundo, mas foi punido em 5s por ultrapassar por fora dos limites da pista. O brasileiro Pedro Piquet foi 15°, mesma posição da corrida 2.

As três corridas finais, que devem dar o título a Norris, acontecem nos dias 14 e 15 de outubro.

’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube