Japonesa: Hirakawa fica com 1ª posição no combinado dos treinos livres em Okayama. Suzuki é 2º

Líder do campeonato, Ryo Hirakawa dominou as duas sessões de treinos livres da etapa de Okayama da F3 Japonesa. O brasileiro Rafael Suzuki ficou com o segundo melhor tempo do dia e ficou com a segunda posição

Enfrentando mais de 60ºC no circuito de Okayama, os pilotos da F3 Japonesa entraram na pista para os dois primeiros treinos livres do final de semana. E Ryo Hirakawa, líder do campeonato, ficou com a primeira colocação no combinado das duas atividades. Ele ficou 0s335 à frente do brasileiro Rafael Suzuki, o segundo colocado no primeiro dia de atividades.

"Tivemos um bom começo aqui em Okayama, e espero melhorar na classificação em relação às corridas anteriores”, afirmou o piloto, sexto colocado no campeonato, com 14 pontos e uma vitória na temporada.

“Uma boa posição de largada é muito determinante, já que as corridas são curtas e sem variáveis. Se conseguirmos começar na frente, as nossas chances aumentam", explicou Suzuki, que é o único piloto da Toda Racing na competição.

Suzuki ficou com a segunda colocação no combinado dos dois treinos (Foto: Junya Sasaki)

Com o forte calor, Suzuki acredita que o trabalho no acerto será fundamental para fazer duas boas baterias neste final de semana importante no campeonato. "É um traçado que eu gosto, apesar de não ter muitos pontos de ultrapassagem”, afirmou.

“Foi a pista em que mais treinamos, mas o calor nessa época do ano é forte, então temos que trabalhar muito no acerto, pois o desgaste de pneus é grande", finalizou.

A terceira posição ficou com Hideki Yamauchi, com Tomoki Nojiri, Daiki Sasaki e Kazuki Hiramine fechando os seis melhores.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube