Colombo vence corrida 1 caótica da F3 na Bélgica. Collet brilha, mas é 9º após punição

Lorenzo Colombo venceu de ponta a ponta uma muito complicada corrida 1 da Fórmula 3 na Bélgica. Caio Collet fez grande corrida, mas foi punido pela direção de prova por conta de uma manobra de ultrapassagem

Confira um resumo do que aconteceu na sexta-feira do GP da Bélgica (Vídeo: GRANDE PRÊMIO)

Enfim, a vitória. Lorenzo Colombo conquistou a vitória na corrida 1 da Fórmula 3 da etapa da Bélgica, disputada debaixo de muita chuva na manhã deste sábado (28) em Spa-Francorchamps. O italiano da equipe Campos liderou de ponta a ponta depois de ter largado na pole-position e confirmou o triunfo quatro semanas depois de perder a vitória na Hungria após uma punição. Jak Crawford e Roman Stanek, da Hitech, completaram o pódio.

Caio Collet foi um dos grandes nomes da disputa. Com pilotagem valente ao longo de toda a corrida, o brasileiro da MP Motorsport foi protagonista de grandes ultrapassagens e conquistou a quinta colocação depois de passar três pilotos. Mas a direção de prova entendeu que o paulista tirou vantagem ao exceder os limites da pista ao colocar a roda na grama durante a batalha por posições na subida da reta Kemmel nas voltas finais da disputa.

Collet foi punido em 5s e, de quinto na pista, caiu para nono.

LORENZO COLOMBO; FÓRMULA 3; SPA-FRANCORCHAMPS;
Lorenzo Colombo foi o grande nome da corrida 1 da F3 em Spa (Foto: Fórmula 3/Twitter)

Frederik Vesti, então, foi o quarto colocado, seguido por Victor Martins e Jonathan Hoggard. Clément Novalak foi o sétimo, com Logan Sargeant em oitavo. Collet e Alex Smolyar completam a lista dos dez primeiros, enquanto Jack Doohan, 12º, vai largar na frente na corrida 2 em razão da regra do grid invertido.

A Fórmula 3 volta a acelerar ainda neste sábado com a corrida 2 das três previstas neste fim de semana. A prova está marcada para 12h55 (de Brasília, GMT-3) e terá transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports e pelo serviço de streaming F1 TV Pro.

LEIA TAMBÉM
+Red Bull renova e mantém Pérez ao lado de Verstappen para temporada 2022 da F1
+Mick presta homenagem e usa capacete em alusão à estreia de Michael Schumacher na F1

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Saiba como foi a corrida 1 da Fórmula 3 na Bélgica

Tudo em torno da prova que abriu a rodada tripla em Spa-Francorchamps foi caótico na Fórmula 3. Desde antes da largada. A prova teve largada postergada em razão da densa neblina na região do circuito, cenário que impediria a decolagem do helicóptero médico caso fosse necessário acioná-lo.

Depois, os pilotos partiram para o procedimento de largada, mas a direção de prova suspendeu o início da corrida depois que os competidores completaram três voltas atrás do safety-car. Caio Collet foi investigado por liberação insegura do pit-lane, muito em cima do carro de Oliver Rasmussen. A direção de prova anunciou a investigação para depois da prova.

FÓRMULA 3; CHUVA; CORRIDA 1; SÁBADO;
Lorenzo Colombo puxa a fila na largada da corrida 1 em Spa (Foto: Fórmula 3/Twitter)

Minutos depois, novo procedimento de largada, novamente atrás do safety-car. Três voltas depois, em bandeira amarela, a direção de prova trouxe o SC para a pista e autorizou a disputa propriamente dita com bandeira verde. Lorenzo Colombo manteve a pole, mas diante de baixíssima visibilidade, algo que tornava a vida dos pilotos que vinham atrás muito complicada.

Com pista limpa à frente, Colombo abria grande vantagem, sendo seguido por Jak Crawford e Roman Stanek, da Hitech. Depois de duas voltas com bandeira verde, Caio Collet aparecia em sétimo depois de lutar por posição com um dos seus companheiros de equipe na MP Motorsport, Victor Martins, e superar também Clément Novalak, da Trident.

CAIO COLLET; FÓRMULA 3;  BÉLGICA;
Caio Collet encarou baixíssima visibilidade em sua jornada nesta manhã em Spa (Foto: Fórmula 3/Twitter)

Collet seguia como um dos destaques da corrida e era o piloto mais combativo na metade da prova. O brasileiro lutava pelo sexto lugar e pressionava o carro de Frederik Vesti, da ART Grand Prix.

Enquanto Colombo acelerava com tranquilidade e partia para a vitória, ao mesmo tempo em que as demais posições do pódio pareciam encaminhadas para Crawford e Stanek, Vesti tentava segurar Collet, que passava a sofrer com a pressão de Martins depois que o francês passou o compatriota Novalak. Os tempos de volta ainda eram muito altos, na casa de 2min23s.

Bem mais atrás, o líder do campeonato fazia uma corrida discreta. Dennis Hauger aparecia em 14º, logo atrás do companheiro de equipe na Prema, Arthur Leclerc e duas posições à frente de Olli Caldwell, também parceiro no time italiano.

CAIO COLLET; FÓRMULA 3; BÉLGICA; CORRIDA 1;
Caio Collet foi um dos grandes nomes da corrida em Spa-Francorchamps (Foto: Fórmula 3/Twitter)

Nas voltas finais, o que se viu na disputa a partir do quarto lugar foi um grande pelotão com Jonathan Hoggard, David Schumacher, Vesti, Collet, Martins e Novalak. Em disputa de tirar o fôlego com duas voltas para o fim, Hoggard colocou o carro lado a lado com o de Schumacher na Eau Rouge.

Na sequência da volta, porém, foi o brasileiro que deu espetáculo com uma grande manobra, chegou a colocar a roda dianteira direita na grama, passou Vesti, Schumacher e Hoggard para conquistar a quarta posição. A direção de prova, no entanto, listou a manobra de Caio ao sair levemente da pista como tentativa de ganhar vantagem.

No giro seguinte, Collet foi ultrapassado por Vesti e caiu para quinto. Logo depois, a direção de prova anunciou a punição ao brasileiro, que teve 5s acrescidos ao seu tempo total de corrida, fato que o fez cair de quinto para nono lugar. Lá na frente, vitória de Lorenzo Colombo, a primeira vitória do italiano na F3.

F1 NA BÉLGICA COMEÇA COM VERSTAPPEN RÁPIDO, MAS BATENDO, E ‘CÂMERA ALONSO’ | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar