F3

Sophia Flörsch agradece apoio após acidente em Macau e deixa recado: “Eu vou voltar”

Sophia Flörsch se pronunciou pela primeira vez após passar pela cirurgia por conta de seu terrível acidente em Macau. Em um post em seu Instagram, a alemã de 17 anos agradeceu todo o apoio que tem recebido tanto de seus fãs quanto da organização do evento e especialmente da equipe médica, além de ter agradecido sua equipe e ter deixado claro que quer voltar o quanto antes
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Sophia Flörsch (Foto: Reprodução)

Sophia Flörsch se pronunciou pela primeira vez desde que passou pela cirurgia por conta do forte acidente em Macau. Em um post em sua rede social, a alemã agradeceu todo o carinho que tem recebido e também ao bom atendimento feito tanto depois da batida quanto no hospital.
 
Na segunda-feira, a jovem de 17 anos passou por uma intervenção cirúrgica que durou cerca de nove horas. O principal objetivo foi afastar o risco da paralisia e tudo correu da melhor maneira, com a piloto reagindo bem, segundo informou um comunicado da equipe Van Amersfoort Racing.
 
Mas agora foi a vez de Sophia dizer algumas palavras, e o fez através de um longo texto em seu Instagram. “Sobrevivi a uma longa operação. Espero que a partir de agora as coisas apenas melhorem. Tenho que ficar mais alguns dias em Macau até poder viajar. Quero agradecer a todos meus fãs por cada uma das mensagens, que comecei a ler agora. Isso me motiva muito e me anima. Penso também naqueles que estiveram envolvidos no acidente, espero que todos estejam bem”, começou.
Sophia Floersch bateu forte no GP de Macau (Foto: Reprodução/Facebook)
“Houve muitas pessoas legais no acidente que ainda me lembro. Quero agradecer todas as palavras tranquilizadoras e de ânimo que recebi durante esses minutos difíceis dentro do carro”, continuou.
 
“Um grande obrigado a equipe médica de Macau pelo tratamento amistoso e profissional, também a equipe local de resgate da FIA, a Mercedes, HWA, a FIA e sua equipe médica, a organização do GP de Macau, que me apoia da melhor maneira. Um obrigada especial ao doutor Riccardo Ceccarelli, a minha equipe e meus companheiros, que sofreram comigo - você são fenomenais. Eu vou voltar. Aliás, a Dalla fabricou um chassi muito estável”, concluiu.
 
No acidente, Flörsch chegou na curva Lisboa do circuito de Macau já sem controle do carro após toque em Jehan Daruvala. Com suspensões quebradas, Sophia atingiu a mais alta do trecho, que catapultou o carro. Virada ao contrário, a pilota subiu no carro de Sho Tsuboi antes de ser lançada violentamente por cima da grade. O bólido atingiu uma estrutura com fotógrafos e cinegrafistas antes de cair no chão.
 
Outras três pessoas envolvidas no acidente também seguem internadas. O fiscal Chan Cha In – com dilaceração na face, fraturou a mandíbula e desgaste na parede abdominal –, e os fotógrafos Chan Weng Wang e Minami Hiroyuki, respectivamente com dilaceração nos rins e concussão.