FE

10º, Nelsinho lastima não tirar vantagem de “caótico dia” na Arábia Saudita: “Poderia ter sido melhor”

Nelsinho Piquet obteve a décima colocação no eP da Arábia Saudita neste sábado (15). O brasileiro precisou de uma corrida de recuperação para chegar à zona de pontos, mas acha que era possível fazer mais

Warm Up / Redação GP, de Curitiba
Nelsinho Piquet também precisou escalar o pelotão para cruzar a linha de chegada, neste sábado (15), na Arábia Saudita, na zona de pontos. O país árabe recebeu a primeira etapa da temporada 2018/2019 da Fórmula E, e o brasileiro terminou na décima colocação. A vitória ficou nas mãos do português António Félix da Costa. 
 
O filho do tricampeão de F1 obteve a apenas a 20ª posição no grid, mas por conta das punições a diversos oponentes acabou saindo do 15º posto, completando a primeira volta duas posições melhor. A corrida foi marcada por uma série de punições técnicas e também pela entrada do safety-car, já na parte final da corrida. Ainda assim, Piquet alcançou o top-10, mas entendeu poderia ter tirado mais vantagem do imbróglio com os adversários.
Nelsinho Piquet (Foto: José Mário Dias)
"Foi uma corrida um pouco frustrante, porque fizemos uma estratégia de ser agressivo, mas não fomos agressivos o suficiente e não tiramos vantagem das situações", disse o piloto. 
 
"Foi um dia caótico, mas a Fórmula E é assim de qualquer forma. Poderia ter sido melhor, mas vamos olhar pelo lado positivo e aprender com as coisas. É difícil dizer onde estamos devido à situação da corrida, mas dá para melhorar bastante", completou.
A categoria elétrica volta às atividades no dia 12 de janeiro, no Marrocos.