12°, Di Grassi minimiza acidente e diz que “ainda dá para lutar” por título na Fórmula E

Lucas Di Grassi foi do pódio na corrida 1 em Nova York ao acidente com Sébastien Buemi na corrida 2. O brasileiro perdeu terreno na briga pelo título, mas ainda tem esperança

Austin Hill escapou da confusão e venceu em Knoxville na quarta prorrogação (Vídeo: Nascar)

O fim de semana de Lucas Di Grassi em Nova York começou promissor, mas terminou decepcionante. O brasileiro, embalado por um pódio na corrida 1, bateu em Sébastien Buemi e terminou a 2 fora da zona de pontos. A campanha pelo bicampeonato da Fórmula E sofreu um baque, mas o veterano não desiste.

“Foi um dia ruim, com zero pontos, mas eu saio com algo positivo de Nova York, acreditando que ainda dá para lutar pelo título”, disse Di Grassi.

Di Grassi até cruzou a linha de chegada em sétimo. Só que a adição de 10s ao tempo total de prova por rodar Buemi significou a queda para 14°. Estacionado com 54 pontos, em 12° no Campeonato de Pilotos, o piloto da Audi vê Sam Bird líder com 81.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lucas Di Grassi teve um domingo difícil em Nova York (Foto: Audi)

A situação é frustrante para um Di Grassi que tinha motivos para sonhar alto após a corrida 1. Na ocasião, foi ao pódio com um carro que nem estava tão bom assim.

“O pódio foi um excelente resultado para nós hoje [sábado]. O carro não estava perfeito, então temos de estar felizes com o que conseguimos, muito também pelo fato de estarmos, eu e o JEV [Vergne] com a mesma quantidade de energia. Foi um resultado muito bom”, comentou.

A arrancada de Di Grassi rumo ao título precisa começar com certa urgência. Restam apenas duas rodadas na temporada atual. Depois de Nova York, a Fórmula E visita ainda Londres e Berlim. A etapa inglesa, em uma pista parcialmente coberta, acontece nos dias 24 e 25 de julho.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar