A pedido das autoridades em Pequim, organização da F-E adia para 24 de outubro início da segunda temporada

A organização da F-E anunciou nesta quarta-feira (9) uma mudança no calendário para a segunda temporada. A primeira etapa, que seria realizada em Pequim, precisou ser adiada em uma semana e vai acontecer em 24 de outubro. A alteração foi um pedido das autoridades chinesas

A organização da F-E anunciou na manhã desta quarta-feira (9) que precisou adiar o início da segunda temporada em uma semana. Inicialmente, o calendário do campeonato dos carros elétricos estava marcado para começar nos dias 16 e 17 e outubro, na cidade de Pequim, na China, mas agora a etapa será realizada no dia 24 de outubro.

A mudança no calendário foi feita depois de um pedido das autoridades chinesas, devido "a outros eventos que vão ocorrer no Parque Olímpico entre 16 e 18 de outubro". "Embora seja uma pena que a data de abertura tenha de ser adiada em uma semana, nós compreendemos as dificuldades logísticas na realização de eventos conflitantes", disse Alejandro Agag, diretor-executivo da F-E.

Pilotos contornaram o estádio olímpico Ninho de Pássaro (Foto: Getty Images)

"Juntos com os nossos parceiros e as autoridades, nós decidimos que o melhor era mesmo jogar a corrida para a semana seguinte. Nós permanecemos confiantes de que, apesar da mudança, Pequim vai promover um início de segunda temporada espetacular", completou.

O restante de calendário 2015/2016 da F-E permanece o mesmo, apesar da alteração na data da primeira prova. No ano passado, a prova chinesa viu a vitória de Lucas Di Grassi.  E a primeira temporada da categoria elétrica teve Nelsinho Piquet como campeão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube