Após bom desempenho no WEC, Prodrive declara interesse em participar da F-E e do Dakar

O novo chefe da escuderia, John Gaw, afirmou que o campeonato dos carros elétricos é um dos objetivos da empresa para os próximos anos, assim como competir no Dakar, devido à experiência que o time tem com ralis

A F-E mal confirmou as dez equipes que vão disputar a temporada inaugural da categoria, e o interesse pelo campeonato não para de crescer. Quem também já afirmou que planeja participar do certame em um futuro próximo é a Prodrive, escuderia que tentou fazer parte da F1 há alguns anos e atualmente prepara os carros da Aston Martin no Mundial de Endurance (WEC).

“Eu gostaria de ver nossa equipe inscrevendo carros na nova F-E, que eu acredito ter um futuro tremendo, e também competindo no Dakar, o que é um avanço natural, dados os nossos 30 anos de experiência nos ralis”, declarou o novo chefe da escuderia, John Gaw.

A Prodrive quer competir no Dakar e na F-E (Foto: Divulgação)

Embora a entrada da Prodrive na F-E ainda deva levar algum tempo, o dirigente está preparando a expansão do time a novos campeonatos. Além de continuar preparando os carros da Aston Martin no WEC, Gaw já afirmou que quer participar do Global Rallycross e do World Rallycross, da FIA, com a Mini.

A montadora, aliás, continua nos planos da escuderia, que continuará preparando os carros para o WRC e para equipes clientes ao redor do mundo, mesmo tendo perdido o apoio da fábrica há alguns anos.

A temporada inaugural da F-E começa em setembro e já tem as dez equipes anunciadas. Além da Super Aguri e da Virgin, ambas com passagem pela F1, Andretti, Dragon, Abt (Audi), Mahindra, China, Drayson, Venturi e Dams estão garantidas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube