FE

Após quebra de suspensão em Hong Kong, Piquet pede que Jaguar melhore ritmo de classificação

Nelsinho Piquet viu sua aventura no eP de Hong Kong terminar ainda na primeira volta, após um toque no meio do pelotão ainda após a largada

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
O eP de Hong Kong acabou muito rapidamente para Nelsinho Piquet. Em apenas alguns segundos, para falar a verdade. Na confusão do meio do pelotão, Piquet foi tocado aparentemente por Tom Dillmann e acabou tendo uma quebra de suspensão. Foi para os boxes, mas não saiu mais.
 
Piquet não falou muito sobre a situação, mas exaltou a necessidade de melhorar a posição de largada. A Jaguar vem tendo dificuldade nas classificações, embora apresenta um ritmo de corrida respeitável.
Nelsinho Piquet (Foto: Jaguar)
“Encostaram em mim na primeira volta e estragou a suspensão dianteira. Temos que seguir trabalhando em melhorar o desempenho nas classificações, porque, enquanto o carro não classificar bem, os riscos de ter esse tipo de incidente no início aumenta muito”, avaliou.
 
Piquet largara no 15º lugar, pouco à frente do companheiro Mitch Evans, que partiu em 17º. Evans seguiu na prova e terminou na sétima colocação. O neozelandês pontuou nas cinco corridas do campeonato até agora, tem 34 tentos, enquanto Piquet marcou um único ponto, na Arábia Saudita.
 
A FE segue em 23 de março, em Sanya, na China.