Chefe da e.dams afirma que ainda desconhece razão por ruptura da asa traseira de Prost em Pequim

Jean-Paul Driot, chefe da e.dams, não tem ideia do motivo pelo qual a asa traseira de Nicolas Prost ficou torta de uma hora para outra enquanto atacava o segundo lugar e uma possibilidade de dobradinha no eP de Pequim

A e.dams não entendeu bem o motivo da asa de Nicolas Prost ter entrado em colapso e ficado pensa na segunda metade do eP de Pequim – obrigando o francês a abandonar a corrida e encerrando as chances de uma possível dobradinha. Quem afirmou foi o chefe do time, Jean-Paul Driot. 
 
Segundo o chefe, a equipe cuidou de um procedimento para resolver os problemas, mas ainda não sabe o que houve exatamente. Prost perseguia Lucas Di Grassi pelo segundo lugar quando a asa traseira entortou de forma acintosa. No momento, sem que a transmissão da FEH mostrasse o que houve, pareceu uma batida do francês – não foi o caso. Em seguida, a direção de prova ordenou que ele fosse aos boxes e se retirasse da corrida.
 
"Não estamos felizes sobre o que aconteceu com Nicolas na corrida. Tivemos o mesmo problema aqui em Pequim com Buemi no ano passado. Parece muito similar. Então, tivemos um procedimento para tentar encontrar a fonte, mas não sabemos o motivo pelo qual a asa traseira caiu", disse ao site americano 'Motorsport.com'. 
Nicolas Prost olha para sua asa traseira pensa (Foto: ElectricAutosport.com)
"O protetor da roda traseira caiu primeiro, e depois veio a asa. Podíamos continuar, já que não estava movendo, mas recebemos a bandeira laranja. Era o fim, já que não podemos nos arriscar", contou.
 
Fora o abandono de Nico, no entanto, Driot ficou feliz com o que viu. Pudera, a equipe largou nas duas primeiras posições do grid, fez a volta mais rápida e venceu a prova. Parece bom.
 
"Em termos de eficiência, estamos muito felizes com atingir todas as metas. Não tivemos problemas de confiabilidade, e isso é bom porque era uma dúvida com o novo equipamento. Estamos satisfeitos com a performance. Vitória, pole e volta mais rápida por tanta margem são uma grande recompensa pelo trabalho da Renault e todo o time ao nosso redor. No geral, estamos felizes com o desempenho do novo trem de força, mas a Malásia será um grande teste por causa da temperatura", encerrou.
 
A F-E volta na Malásia neste sábado (5) com o eP de Putrajaya.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube