Com ausência surpresa da BMW e muito segredo, construtores da FE realizam primeiro teste com novo carro

As nove construtoras registradas para a quinta temporada da Fórmula E realizaram o primeiro teste coletivo com o GEN2, segunda geração de carros da categoria. Além da NIO, que era ausência certa, a BMW também faltou ao teste no circuito espanhol de Monteblanco

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Após a apresentação do GEN2, a segunda geração de carros da Fórmula E, a categoria forneceu os monopostos a cada uma dos construtores inscritos para a temporada 2018/19. A primeira sessão de testes oficiais com o novo monoposto começou nesta segunda-feira no circuito espanhol de Monteblanco e não contou com a participação da BMW.

 
A montadora alemã é parceira da Andretti atualmente, mas já anunciou que será equipe de fábrica na temporada que vem – a expectativa é que englobe a própria equipe norte-americana. Confirmada no teste, a BMW não viajou e justificou dizendo que encontrou um defeito de última hora no carro. Desta forma, preferiu permanecer na Alemanha.
 
"Durante nossas últimas preparações antes de enviar o carro, um problema inesperado ocorreu. Decidimos continuar trabalhando no carro em Munique", falou um porta-voz da equipe ao site inglês 'E-Racing365.com'.
 
Além da BMW, a única outra marca que fará um trem de força para a temporada 2018/19 e não participou do teste foi a NIO – a companhia chinesa, no entanto, havia avisado que não participaria por conta do calendário de fabricação de algumas peças.
 
Não há cronometragem oficial para os testes iniciais, mais um passo do segredo pedido pela FE às equipes. Tamanha a novidade com os novos carros e componentes, as próprias escuderias ainda precisaram terminar a montagem geral do carro em cima da hora já no circuito localizado na cidade espanhola de Huelva.
O primeiro teste da DS (Foto: DS)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Lucas Di Grassi e Nelsinho Piquet foram os pilotos escalados respectivamente pela Audi e pela Jaguar. Na DS, Stéphane Sarrzin comanda; na Mahindra, Felix Rosenqvist; na Nissan, Nicolas Prost na segunda e Sébastien Buemi na quarta; na Penske, Jérôme D'Ambrosio; na Venturi, Michael Benyahia na segunda e Tom Dillmann na quarta.

 
Antes desses testes na última sexta-feira – 23 de março -, quem ligou o carro foi a DS Virgin. Na fábrica da DS, em Versalhes, a montadora ligou o carro para uma demonstração. "As diferenças do carro foram testadas na fábrica, mas essa é a primeira vez que um carro completo acelerou. Ligá-lo foi um momento recompensador para a equipe técnica. É uma ocasião que a gente nunca esquece", disse o diretor de desempenho da DS, Xavier Mestelan-Pinon. 
 
O teste em Monteblanco começou na segunda-feira e termina na quarta-feira, com uma segunda gira de testes marcado para abril no circuito de Calafat, na Catalunha. 
"RECOMEÇA A BRIGA"

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube