Com Buemi à frente de Prost, e.dams volta a dominar em TL1 da F-E em Pequim. Piquet bate e Senna é 11º

O primeiro treino do programa oficial do sábado (24) em Pequim terminou com, mais uma vez, as duas e.dams sobrando com a volta mais rápida que deram. Sébastien Buemi, dessa vez, bateu Nicolas Prost. A Dragon trouxe os carros logo em seguida

Como era de se esperar, as e.dams estavam escondidas em algum lugar no meio do pelotão e nos cinco últimos minutos do primeiro treino livre para o eP de Pequim, ainda na noite brasileira desta sexta-feira (23), e trucidaram a competição. Sébastien Buemi, diferente do que aconteceu no treino coletivo pela manhã, foi melhor que o companheiro.

 
Na realidade, o 1min36s991 de Buemi bateu o recorde do circuito de rua do Parque Olímpico na capital chinesa. E novamente mostrou que a equipe francesa sai na frente das rivais ao menos em termos de ritmo de classificação.
 
Atrás de ambos, a Dragon deu um pontapé promissor. A segunda colocada no Campeonato de Equipes do ano inicial ficou com as posições três e quatro. Loïc Duval acabou batendo Jérôme D'Ambrosio com voltas também nos instantes finais, emulando Buemi e Prost.
Sébastien Buemi (Foto: F-E)
Líder na maior parte do treino, Sam Bird ficou com o quinto lugar. Nick Heidfeld ficou com o sexto lugar, mas foi quem mais andou entre os dez primeiros. Stéphane Sarrazin, Daniel Abt, Oliver Turvey e António Félix da Costa encerraram o top-10. Bruno Senna, 11º, foi o melhor entre os três brasileiros.
 
Assim como Heidfeld e Senna, Simona de Silvestro também deu 20 voltas durante a sessão – eles foram os três a rodar mais. Quem andou menos de uma dezena de vezes, no entanto, foi Piquet, que bateu na barreira de proteção ainda nos primeiros minutos do treino. Problemas para a sequência do dia do brasileiro.

Confira como foi o treino:

 
A primeira atividade do ano da F-E começou com, digamos, pouca velocidade. Os pilotos, em geral, correram para ir à pista, mas com pouquíssima velocidade. Quem marcou o tempo mais veloz de início, para se ter uma ideia, foi Sam Bird: 1min41s280.
 
Eram cerca de 4s mais lento que o tempo mais rápido anotado no teste coletivo. Em 10 minutos de treino, alguns pilotos já completavam 10 voltas. Simona de Silvestro, Nicolas Prost e as duas Mahindra já se adiantavam em acumular mais quilometragem.
23 minutos para o final do treino quando Nelsinho Piquet tinha problemas. O atual campeão perdeu o controle do carro logo na saída do pit-lane e acabou batendo na barreira protetora. Imediatamente, os comissários pediram que Piquet se reportasse a eles. A equipe foi rápida em entrar em contato com os comissários.
Nelsinho Piquet bateu na saída do pit-lane no TL1 (Foto: Reprodução/Twitter)
Bruno Senna e Nick Heidfeld foram aos boxes para trocar os carros e andar um pouco com ambos na sessão inicial do dia.  Enquanto isso, na frente, Bird fazia a primeira volta abaixo da marca de 1min40s: 1min38s594.
 
Stéphane Sarrazin, Jérôme D'Ambrosio, António Félix da Costa, Sébastien Buemi, Oliver Turvey, Simona, Loïc Duval, Prost e Jean-Éric Vergne completavam o top-10 quando o francês ficou com o carro da Virgin parado na pista, exigindo bandeira vermelha. 
 
Os números de voltas anotadas pararam de crescer na mesma forma como acontecera nas primeiras. 40 minutos rolados, e Simona e Heidfeld, com 16 voltas, eram os que mais haviam entrando em ação. 
 
A três minutos do fim, na realidade, era apenas a volta de Bird que estava abaixo de 1min40s. Só que aí, como de costume, apareceram os carrinhos azuis da e.dams. 
 
De uma vez, Buemi e Prost destruíram a volta de Bird. O suíço passou de passagem também pela volta recorde da pista, anotada pelo companheiro pela manhã. 1min36s991 começava a colocar o tempo mais próximo da realidade da classificação de mais tarde.

No fim das contas, as duas Dragon ainda acabaram conseguindo baixar o tempo de Bird. Assim, duas e.dams, Buemi e Prost, duas Dragon, Duval e D'Ambrosio, a Virgin de Bird, a Mahindra de Heidfeld, a Venturi de Sarrazin, a Audi ABT de Daniel Abt, a China de Turvey e a Aguri de Félix da Costa formaram o top-10.

F-E, Pequim, Treino Livre 1:

1 SÉBASTIEN BUEMI SUI E.DAMS 1:36.991   19
2 NICOLAS PROST FRA E.DAMS 1:37.484 +0.493 19
3 LOÏC DUVAL FRA DRAGON 1:37.890 +0.899 17
4 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 1:38.110 +1.119 18
5 SAM BIRD ING VIRGIN 1:38.594 +1.603 16
6 NICK HEIDFELD ALE MAHINDRA 1:40.636 +3.645 20
7 STÉPHANE SARRAZIN FRA VENTURI 1:40.684 +3.693 17
8 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 1:40.946 +3.955 10
9 OLIVER TURVEY ING CHINA 1:40.992 +4.001 18
10 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR AGURI 1:41.061 +4.070 15
11 BRUNO SENNA BRA MAHINDRA 1:41.212 +4.221 20
12 ROBIN FRIJNS SUI ANDRETTI 1:41.453 +4.462 19
13 SIMONA DE SILVESTRO SUI ANDRETTI 1:41.551 +4.560 20
14 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA VIRGIN 1:42.000 +5.009 13
15 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 1:42.199 +5.208 15
16 JACQUES VILLENEUVE CAN VENTURI 1:42.590 +5.599 16
17 NATHANAËL BERTHON FRA AGURI 1:43.695 +6.704 13
18 NELSINHO PIQUET BRA CHINA 1:56.662 +19.671 8

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube