Como funcionam os testes do novo carro Gen3 da Fórmula E?

A Fórmula E se prepara para enfim implementar os carros Gen3 a partir da próxima temporada, e as equipes já foram à pista com seus modelos para iniciarem a fase de testes

A Fórmula E vai contar com a introdução dos novos carros Gen3 na próxima temporada, a partir do ano que vem, e as equipes do grid já se movimentam na realização dos primeiros testes com o monoposto que vai estrear na categoria. Mas como esses testes são realizados? Com os times divididos em dois grupos — os britânicos e os que se dividem pela Europa —, duas sessões de testes são realizadas em dois locais distintos.

Além disso, todas as equipes fornecedoras ainda recebem um ‘bônus’ de oito dias a mais de testagem caso tenham acordo com outra escuderia do grid para fornecer seu trem de força. Foi assim que Nick Cassidy já conseguiu testar com o carro da Jaguar, que tem acordo de fornecimento com a Envision para o ano que vem.

LEIA MAIS
Fórmula E inicia testes da Era Gen3 com equipes espalhadas pela Europa

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Testes da Era Gen3 já começaram na Fórmula E (Foto: Porsche)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Dentro desses oito dias a mais, entretanto, quatro deles necessariamente precisam ser dedicados ao time cliente — que tem direito a usar o mesmo carro, o mesmo nível de bateria e as mesmas condições que sua fornecedora.

Sendo assim, as equipes já iniciaram as rodadas de testes na semana passada, com todas as fornecedoras do grid — DS, Nissan, Porsche, Mahindra, Jaguar e NIO — levando seus carros à pista. Nesta primeira fase, o objetivo principal será entender mais sobre o novo trem de força, que estará presente tanto na traseira quanto na parte frontal do carro, e os novos pneus Hankook — até a temporada atual, os compostos são da Michelin.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar