Da Costa some na frente de Günther e vence eP de Marrakech. Evans sai de último para 6º

A quarta etapa do campeonato 2019/20 da Fórmula E, o eP de Marrakech, reservou muitas emoções neste sábado (29). Antonio Félix da Costa garantiu a vitória em terreno marroquino após final de semana dominante, enquanto Maximiliam Günther e Jean-Éric Vergne protagonizaram forte disputa no fim. Já Mitch Evans largou do fim para terminar em sexto

Quem tem medo da campeã? Depois de um começo de temporada irregular e da dificuldade para fazer com que seus dois pilotos tivessem bons resultados ao mesmo tempo, a DS Techeetah enfim conseguiu juntar todos os pontos na manhã deste sábado (29), em Marrakech – ao menos até a última volta. António Félix da Costa venceu de maneira categórica, enquanto Jean-Éric Vergne completou a corrida de recuperação para fechar em terceiro lugar. Era uma dobradinha até a última volta, mas Maximilian Günther bateu a carteira dele para a BMW.

Da Costa conseguiu vencer por 11s4 de vantagem para Günther, o que parecia impossível quando, ainda na primeira metade da prova, o alemão conseguiu tomar a liderança por algumas voltas. A partir do momento em que recuperou a dianteira, o lusitano sumiu. Foi a terceira maior margem de vitória da história da Fórmula E. 
 
Günther ficou relegado a segurar o companheiro de Da Costa, Jean-Éric Vergne, que largou na 11ª colocação. O atual bicampeão, que está doente e chegou a ser testado por coronavírus, fez fila e chegou a tomar a segunda posição. Na última volta, com mais energia, Günther levou a melhor.
Sébastien Buemi ficou com a quarta posição, enquanto Edoardo Mortara segurou o quinto posto após corridas seguidas em que despencou com relação à posição de largada. Destaque para Mitch Evans. Antes líder do campeonato, o neozelandês largou em último por conta de um erro da Jaguar e conseguiu fechar em sexto. De quebra, fez a melhor volta da corrida entre os dez primeiros e levou um ponto extra.
 
Lucas Di Grassi foi o sétimo, novamente ao ganhar boas posições após largar em 13º, ao passo que André Lotterer, Oliver Rowland e Sam Bird fecharam o top-10. Felipe Massa foi o 17º colocado.
 
A Fórmula E retorna, ao menos em teoria, com o eP de Roma, em 4 de abril. 
Da Costa ficou com a pole em Marrakech (Foto: Reprodução)

Confira como foi a corrida:

Após liderar o segundo treino livre, passar pelo grupo 1 e dominar a Superpole, Antonio Félix da Costa era quem saía da pole-position. Ao seu lado vinha Maximiliam Günther. André Lotterer e Nyck de Vries fechavam a segunda fila.
 
Com as luzes apagadas no circuito marroquino, o português da Techeetah conseguiu manter a ponta do pelotão. Quem vinha seguindo o piloto era Maximiliam, com De Vries completando o top-3 do momento.
 
Largando da última colocação após problemas na classificação, quando não conseguiu abrir volta por erro da Jaguar, o atual líder Mitch Evans vinha em corrida de recuperação. Com pouco mais de 38 minutos para a bandeira quadriculada, era o 21º colocado.
 
Já os brasileiros apresentavam desempenho mais discreto em Marrakech. Enquanto Lucas Di Grassi aparecia em 12º, Felipe Massa sustentava a 18ª posição do grid.
 
Com sete voltas completadas, o modo ataque estava liberado na prova. A ordem na tabela era Da Costa, puxando Günther, De Vries, Lotterer, Mortara, Buemi, Rowland, Vergne, Calado e D’Ambrosio completando o top-10.
Jerôme então foi o primeiro a passar na área para ganhar mais potência. O competidor estava pouco mais de 1s atrás de Calado, o nono colocado do momento. Com 1min22s649, Vergne anotou a melhor volta da prova.
 
Enquanto isso, De Vries teve um grande revés em sua campanha. Quando figurava nas posições da ponta do pelotão, teve de cumprir um drive-through por uma punição. O motivo era o excesso na regeneração de potência. O piloto voltou em 23º.
Da Costa, Günther, Vergne, Calado, Bird e Jani estavam com o modo ataque com dez voltas completadas. Buemi e Vergne protagonizavam um quente embate pela quinta colocação, com apenas 0s3 separando os adversários.
 
Na reta principal, então, o titular da Techeetah deu o bote por dentro em cima do suíço para tomar para si a posição. O piloto da Nissan tentou dar o troco, mas sem sucesso.
 
Vergne seguia escalando o pelotão. A vítima da vez foi Mortara, com o francês agora se aproximando de Lotterer para beliscar o degrau mais alto do pódio. Nos dois primeiros postos estavam Antonio e Maximiliam.
A corrida então viu um trio lado a lado na pista formado por D’Ambrosio, Di Grassi e Calado, com o brasileiro levando a melhor e ficando com o nono posto, após ultrapassagem dupla.
 
Enquanto isso, na ponta, as coisas estavam emocionantes e prestes a mudar. Pelo lado de fora, o titular da BMW deu o golpe em cima do adversário da Techeetah para ser o novo líder do pelotão. Restavam 23 minutos no relógio.

A ordem na pista era Günther, Da Costa, Lotterer, Vergne, Mortara, Buemi, Sims, Di Grassi, Rowland e D’Ambrosio fechando o rol dos dez primeiros colocados. Massa vinha em 17º.
 

A corrida caminhava para a parte final e tudo seguia em aberto em Marrakech. Faltando 17 minutos, o português conseguiu retomar a primeira colocação do alemão com o Modo Ataque, abrindo distância de 0s7. Lotterer vinha completando o pódio.
 
A lista de vencedores do Fan Boost foi divulgada. Os competidores que poderiam aproveitar a potência extra eram Da Costa, Di Grassi, D’Ambrosio, Wehrlein e Vandoorne.
 
Vergne passou André para tomar o terceiro posto. Pouco depois, Mortara usou o Modo Ataque para também superar o titular da Porsche e começar a caçada em cima de Jean-Éric. Apenas 2s1 separavam os pilotos.
Mais para trás, Evans seguia no objetivo de recuperar terreno. Restavam pouco mais de dez minutos para a bandeira quadriculada tremular e o piloto já aparecia na décima colocação, 15s6 atrás do ponteiro.
 
Na base do fanboost, Di Grassi vinha tentando atacar Rowland. O brasileiro chegou a alinhar ao lado do adversário, mas viu a porta ser fechada, permanecendo na nona posição.
 
Enquanto isso, mais para frente, Vergne conseguiu o bote certeiro para passar Günther e ficar com o segundo posto. O alemão seguia de perto o francês, mas sem sucesso em dar o troco.
Quase sem tempo restante no relógio, Vergne precisou segurar as investidas de Günther. O alemão vinha com faca nos dentes para reassumir o segundo degrau do pódio, mas não tinha a vida facilitada pelo francês da Techeetah.
 
Para Da Costa, as coisas estavam bastante mais tranquilas. Já sustentava uma liderança de mais de 7s e não se preocupava com as disputas como a do companheiro de time.
 
Na última volta, as posições do top-3 ainda eram incertas. Maximilian chegou a colocar ao lado de Jean-Éric, mas não conseguiu consumar a ultrapassagem. Os pilotos chegaram a se tocar em um embate bastante emocionante.
 
Günther, nas últimas voltas, conseguiu se aproveitar da necessidade de Vergne poupar energia para ultrapassar o adversário e cruzar a linha de chegada na segunda posição. Buemi e Mortara completaram o top-5.

Fórmula E 2020, eP de Marrakech, Resultado Final:
1 A.F DA COSTA DS Techeetah 34 voltas  
2 M GÜNTHER BMW +11.427  
3 J.E VERGNE DS Techeetah +12.034  
4 S BUEMI Nissan +12.282  
5 E MORTARA Venturi Mercedes +15.657  
6 M EVANS Jaguar +16.335  
7 L DI GRASSI Audi +18.706  
8 A LOTTERER Porsche +19.498  
9 O ROWLAND Nissan +20.126  
10 S BIRD Virgin Audi +20.295  
11 N DE VRIES Mercedes +20.557  
12 R FRIJNS Virgin Audi +22.373  
13 J D'AMBROSIO Mahindra +22.785  
14 D ABT Audi +25.080  
15 S VANDOORNE Mercedes +25.969  
16 J CALADO Jaguar +26.528  
17 F MASSA Venturi Mercedes +27.486  
18 N JANI Porsche +44.476  
19 B HARTLEY Dragon Penske +49.002  
20 N MÜLLER Dragon Penske +53.075  
21 O TURVEY NIO +59.969  
22 P WEHRLEIN Mahindra +1:13.414  
23 M QING HUA NIO +1 volta  
24 A SIMS BMW +1 volta NC

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube