FE

Edição 2019 do eP de Berlim coloca Fórmula E como parte de festival ambiental organizado por Rosberg

Nico Rosberg é um dos criadores do Festival Greentech, marcado para o Aeroporto de Tempelhof entre 23 e 25 de maio, e vai ter o eP de Berlim como um dos principais eventos
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Nico Rosberg distribui autógrafos no GP do Canadá (Foto: Reprodução/Twitter)
Mais de dois anos após a aposentadoria das pistas, Nico Rosberg segue a vida de empresário ligado às tecnologias mais limpas. E no próximo mês de maio, o campeão mundial de F1 em 2016 vai realizar um festival em Berlim que conta com a Fórmula E no calendário.
 
Rosberg se juntou aos empresários Marco Voigt e Sven Krüger para criar o Festival Greentech, que está marcado para acontecer entre os dias 23 e 25 de maio no Aeroporto de Tempelhof — uma espécie de parque que aproveita a estrutura do local que há décadas foi desativado para atividades da aviação. 
 
O eP de Berlim está marcado para o dia 24 de maio e será o grande evento do sábado. Ao todo, o Greentech pretende atrair ao menos 50 mil pessoas no fim de semana. 
 
"Nós desejamos trazer o imenso potencial das tecnologias verdes para a vida cotidiana e inspirar o máximo possível de pessoas para acelerar uma mudança positiva. Não é apenas a indústria automotiva que tem exigências altamente técnicas e centradas em desempenho", apontou. 
A F-E voltou ao Aeroporto Berlim-Tempelhof (Foto: BMW)
"Muitas companhias estão há muito tempo seguindo o fluxo na direção das tecnologias verdes, mas esse desenvolvimento só vai ser implementado se todos nós apoiarmos o movimento. É por isso que eu luto por ele", encerrou.
 
No domingo, para fechar o evento, haverá uma conferência sobre os tópicos fundamentais da sustentabilidade e vai ser feita a entrega do Green Awards, dada a projetos mais importantes de energia limpa a cada ano. Elon Musk, fundador da Tesla, e Bob Geldof, ativista ambiental e um dos ases do movimento punk rock dos anos 1970 e 1980, venceram em anos passados. Rosberg também: foi eleito empresário do ano em 2018. Além disso, Nico é acionista minoritário da FE.