Extreme E divulga formato de etapas com classificação, semifinal e final

A Extreme E explicou como serão suas provas, que começam em 2021. O sistema é diferente do convencional, com classificação, semifinal e final

A Extreme E segue tomando forma para sua primeira temporada. A competição, prevista para começar em 2021 com cinco etapas, divulgou o sistema de disputa de suas corridas, com uma classificação geral, semifinais e final.
 
Cada corrida, chamada X Prix, vai contar com duas voltas a uma distância de aproximadamente 16 km. Serão, inicialmente, oito equipes com dois pilotos cada, um homem e uma mulher, completando uma volta cada no carro evento que será realizado em dois dias.  A classificação ocorre no primeiro dia para determinar os quatro melhores times que passarão para a semifinal 1 e os quatro piores vão para a semifinal 2: a Crazy Race.
 
Na Crazy Race, apenas o mais rápido se garante na final, enquanto a primeira semifinal classifica os três mais bem colocados. A final será disputada pelos quatro que passarem das semifinais e vai coroar o vencedor de cada uma das etapas. 
Extreme E traz grid misto para primeira temporada (Foto: Reprodução)
Foi anunciado também o recurso Hyperdrive, que dará um aumento de velocidade à equipe que fizer o salto mais longo no início de cada corrida. O poder do Hyperdrive pode ser usado por essa equipe em qualquer ponto da prova.
 
“A Extreme E é um campeonato como nenhum outro visto antes no esporte a motor. Seu objetivo é acelerar a inovação e combater as mudanças climáticas diretamente no uso do transporte. A criação desse formato inovador, que estamos comparando a uma fusão entre corridas de Star Wars e Rali Dakar, é vital para atrair a próxima geração de fãs do esporte a motor. Esperamos que nossos fãs gostem de corridas curtas e acirradas em nosso veículo elétrico de alto desempenho, com troca de motoristas, função Hyperdrive e formato de classificação Crazy Race. Há muito para ver e muitas possibilidades de reposicionamento dos pilotos em cada corrida", afirmou Alejandro Agag, fundador e CEO da Extreme E.
 
As cinco etapas que formam o calendário de 2021 são: Senegal, Arábia Saudita, Nepal, Groenlândia e Pará, na região norte do Brasil. Floresta, deserto, neve, mar e gelo serão os elementos desafiadores da categoria em seu primeiro ano.
 
Sete equipes já confirmaram presença na primeira temporada da Extreme E. São elas: Venturi, Abt, HWA, Veloce, QEV, Andretti e Ganassi. A primeira etapa acontece em janeiro.

Paddockast #63
QUAIS PILOTOS MERECEM UM 'THE LAST DANCE'?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube