Extreme E firma contrato de transmissão com Globo para temporada de estreia

A Extreme E firmou uma parceria com a Globo para a temporada de estreia, em 2021. A categoria off-road elétrica terá conteúdo na TV aberta e fechada, além da internet

Primeira categoria off-road elétrica do mundo, a Extreme E anunciou um acordo de transmissão com a Globo. A categoria estreará em março de 2021 e ganhará cobertura da principal emissora do Brasil em suas plataformas.

O país é um dos principais mercados da mais nova categoria do esporte a motor, já que receberá a penúltima etapa da primeira temporada na Floresta Amazônica, no Pará, entre 23 e 24 de outubro de 2021.

O vínculo prevê transmissão das corridas e exibição de conteúdos nos programas de TV aberta e fechada. Ações na internet também estão inclusas.

EXTREME E; X44; LEWIS HAMILTON;
Lewis Hamilton vai entrar com equipe própria no grid da Extreme E em 2021 (Foto: Divulgação)

“Esta parceria com a Globo é realmente animadora. Os brasileiros tem uma longa relação com o esporte a motor, e vão amar este novo formato que mistura equipes de ponta, carros elétricos líderes em desempenho, e a ação, tudo junto com a preocupação com o futuro do nosso planeta”, declarou Ali Russell, chefe de marketing da categoria.

A proposta da nova Extreme E é ser um “novo conceito esportivo e de entretenimento. As corridas vão ser disputadas em todos os ambientes mais remotos do mundo para demonstrar a performance dos SUVs elétricos em condições climáticas extremas, além de destacar o impacto que a mudança climática já está tendo em tais ecossistemas”. Entre as novidades da categoria está a igualdade de gênero, com as equipes tendo de escalar um homem e uma mulher por carro inscrito. Nas corridas, serão duas voltas com sistema de piloto e copiloto, com os pilotos trocando de lugares após um giro.

A competição tem envolvimento de Lewis Hamilton, hexacampeão da Fórmula 1, como chefe de equipe, além do rival e campeão mundial de 2016, Nico Rosberg. Outras esquadras confirmadas são a Techeetah, Abt, Andretti/United Autosports, Ganassi, HWA, QEV e Veloce.

Recentemente, a Globo confirmou ao GRANDE PRÊMIO que está nas negociações pelos direitos de transmissão da Fórmula 1 em 2021. A emissora carioca anunciou desistência meses atrás, mas retornou ao páreo após o rompimento do Liberty Media, grupo que gere a F1, com o consórcio Rio Motorsports.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube