“Faminto e grato”: líder, Da Costa vibra por enfim ter carro vencedor na Fórmula E

Após seis anos de FE, António Félix da Costa tem na DS Techeetah um carro para ser campeão. E ele não pretende deixar tal oportunidade escapar

A Fórmula E voltou para sua maratona nesta quarta-feira (5), e António Félix da Costa não só abriu a série de corridas em Berlim com vitória, como também se distanciou na liderança do campeonato.

Foi a segunda vitória – e seguida – dele, que já havia levado o troféu em Marrakech. Com outros dois segundos lugares, chegou a 96 pontos e abriu 40 na ponta.

Assim, o português celebrou, é claro, mas também desabafou sobre como esperou por muito tempo para chegar a tal posto – e, consequentemente, ter ótimas condições de alcançar o título da temporada já na semana que vem.

“Estou muito grato, sabe? Alguns pilotos aqui estão em carros vencedores desde o Dia 0. Eu nunca, jamais mesmo, faço pouco de um dia como esse. Sei o quanto esperei para ter isso aqui. Temos um dos melhores carros do grid”, disse, elogiando o carro que a DS Techeetah lhe entrega.

António Félix da Costa comemora a vitória em Berlim (Foto: Fórmula E)

“A equipe colocou muita expectativa em mim e no JEV [Jean-Éric Vergne, companheiro de equipe e atual bicampeão da categoria, sendo o título mais recente com a DS Techeetah]. Ele me ajudou a pegar o ritmo com esse carro, estou ficando cada vez melhor nele”, seguiu.

Félix da Costa está na FE desde 2014-15, sem nunca passar do sexto lugar (2018-19) na classificação final. Agora, ele diz que todo esse período trouxe aprendizado: “Para ser honesto, passar tantas corridas no pelotão intermediário me ajudou a entender mais, talvez tenha me dado até alguma vantagem. Estou faminto com esse carro”, encerrou.

A Fórmula E volta já na próxima quinta-feira, com a corrida marcada para 14h, com o fim da primeira rodada dupla.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube