FE cancela ePs de Nova York e Londres e avalia como terminar temporada 2019-20

A Fórmula E anunciou o cancelamento das duas provas que anda restavam em seu calendário da atual temporada: Nova York e Londres. Assim, a categoria procura palcos para ao menos mais duas etapas, já que seu regulamento aponta que são necessárias ao menos seis provas para que se declare um campeão


A Fórmula E decidiu por cancelar as duas únicas etapas que ainda restavam oficialmente em seu calendário Nova York e Londres. Em anúncio realizado nesta sexta-feira (1), a categoria afirmou que não há a possibilidade de visitar tais palcos nas datas marcadas previamente: 11 de julho nos EUA, e 25 e 26 do mesmo mês no Reino Unido, que receberia uma rodada dupla.

Desta forma, a categoria de carros elétricos segue com quatro etapas realizadas na temporada 2019-20: Arábia Saudita, Chile, Marrocios e México. Assim, busca ao menos disputar mais duas etapas para que se completem seis, o minimo necessários, de acordo com o regulamento, para que se possa declarar um campeão.

O informe de que as etapas haviam sido canceladas veio, primeiramente, por e-mail enviado a quem já havia comprado ingressos, para que este torcedores já se preparassem para o reembolso. 

"A Fórmula E e a FIA apoiam a mudança nas prioridades destes locais. Dadas as condições e o tempo necessário para a preparação operacional de nossos eventos, decidimos cancelar os ePs. A prioridade da FE é a saúde e a segurança de todos os fãs, empregados, equipes, montadoras, parceiras, pilotos e moradores das cidades", diz a categoria na nota.

FE em Nova York (Foto: Jérôme Cambier/Michelin)

Anteriormente, já haviam sido adiadas as etapas programadas para Sanya, Roma, Seul, Berlim, Paris e Jacarta. No momento, portanto, não há nem data prevista para a retomada da categoria, que já havia afirmado que não voltaria antes do fim de junho. 

A categoria não descartou, porém, uma volta a Londres caso seja possível no futuro, ainda dentro desta temporada. A FE trabalha com a possibilidade de realizar etapa sem público em Berlim, em julho ou agosto, e também em Seul, em setembro. De acordo com o site 'The Race', a FE também entrou em contato com os circuitos de Valencia,a Espanha, e de Portimão, em Portugal, para realização de provas em autódromos.

Paddockast #58
COMO SERIA O GRID DA F1 SEM PILOTOS DA F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube