FE volta atrás, mantém tempo mínimo para troca de carro em Marrakech e adia mudança para eP de Santiago

FE e FIA cederam à pressão feita por pilotos e equipes, que não aprovaram a decisão de última hora de acabar com o tempo mínimo para troca de carros, manobra vista como danosa à segurança. Assim, a mudança entra em vigor apenas no eP de Santiago

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Fórmula E e FIA optaram por rever a decisão de acabar com o tempo mínimo para troca de carro durante pit-stops. Depois de anunciar de última hora que a mudança valeria já para o eP de Marrakech deste fim de semana, a categoria disse nesta sexta-feira (12) que a mudança vai valer somente a partir do eP de Santiago, o próximo da temporada 2017/18.
 
A decisão de adiar a mudança vem após uma reação negativa por parte de equipes e pilotos. Por conta do curto espaço de tempo entre o anúncio e o eP de Marrakech, as escuderias não tiveram tempo hábil para desenvolver procedimentos que garantam a segurança de pilotos e mecânicos. O tempo mínimo para troca de carro impede, por exemplo, que alguém deixe os boxes sem o cinto de segurança afivelado. Na etapa marroquina, o tempo estabelecido foi de 45s.
A mudança de última hora da FE foi revertida (Foto: FIA)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Com o eP de Santiago marcado para 3 de fevereiro, as equipes ganhavam valiosas semanas para desenvolver métodos de pits velozes, mas seguros.
 
A decisão de forçar o fim do tempo mínimo partiu da FIA. A federação entende que equipes já são capazes de fazer pits velozes sem arriscar os pilotos. Além disso, existe o interesse em tornar as variáveis do tempo gasto nas trocas de carros em um elemento extra nas corridas do certame elétrico.
 
A temporada da FE começou em dezembro de 2017, com a rodada dupla em Hong Kong. Os resultados das provas colocaram Sam Bird na liderança do campeonato.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube