carregando
FE

“Fiasco”, Jaguar eTrophy chega ao fim com grids minguados e sem cair no gosto dos pilotos

Nesta semana, a marca britânica anunciou a decisão de descontinuar a categoria elétrica de turismo ao fim da temporada. Na análise dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO durante o Paddock GP #197, a competição não deu liga pela falta de boas corridas. Contudo, nada tira os méritos de Sergio Jimenez, campeão em 2019 e líder do atual campeonato

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
A primeira categoria do esporte a motor que vai ser descontinuada em razão da pandemia do novo coronavírus é o Jaguar I-Pace eTrophy. A pandemia do novo coronavírus foi o motivo alegado pela montadora britânica para determinar o fim da competição de carros de turismo elétricos ao fim da temporada. 
 
No Paddock GP #197, Fernando Silva, Gabriel Curty e Guilherme Bloisi lembram que Sergio Jimenez, primeiro campeão e atual líder do campeonato, tem todos os méritos pelo que alcançou, mas a categoria em si não deu liga por alguns aspectos: desde os grids, com poucos carros, até a falta de ação nas corridas, com poucas ultrapassagens em razão da característica do carro.
 
Assista ao trecho completo abaixo:
 
Paddockast #61
VETTEL: ACERTOS, ERROS E... AZAR NA FERRARI


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.