FE

Filippi quer ficar e Turvey tem brecha para sair: NIO se agita para formar dupla para 2018/19

A NIO tem os dois pilotos que defenderam o time na última temporada sob contrato para o ano vindouro, é verdade, mas há uma grande dúvida sobre a permanência dos dois. Oliver Turvey, que foi bem, tem, segundo o site inglês 'E-Racing365.com', uma cláusula de desempenho ruim da equipe que permite a rescisão, enquanto Luca Filippi, que deseja permanecer, fez uma péssima temporada
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Oliver Turvey (Foto: NIO)
A NIO deixou de contar com Nelsinho Piquet desde a última temporada da Fórmula E e agora não sabe bem como será a configuração dos pilotos para a temporada 2018/19. Ainda que a dupla Oliver Turvey e Luca Filippi esteja sob contrato.
 
De acordo com o site inglês 'E-Racing365.com' Turvey, que marcou 46 dos 47 pontos do time chinês na jornada 2017/18, tem uma cláusula no contrato que permite uma rescisão unilateral do contrato no caso de a NIO fechar uma temporada abaixo de certa colocação no Campeonato de Equipes: a equipe ficou no oitavo posto este ano.
 
Outro fato conhecido é que Turvey causa interesse ao redor do paddock da FE. Segundo o site, no momento ele avalia sondagens. O piloto atualmente se recupera de uma fratura no pulso que sofreu nos treinos para o eP de Nova York. Se a lesão demorar a sarar, as negociações podem se complicar.
 
De outro lado está Filippi. Estreante na categoria, até um nome surpreendente quando foi anunciado, teve rendimento baixo. Marcou somente um ponto - e na abertura do campeonato -, mas, com contrato, segue acreditando que vai ser mantido pela equipe na temporada vindoura.
 
"Da forma como eu vejo e de acordo com o meu contrato, não tem muito para discutir, porque se fizermos as coisas como elas foram planejadas nós vamos testar normalmente e a próxima temporada será natural", disse.
Oliver Turvey e Luca Filippi (Foto: NIO)
"Com o novo Gen2, estou muito mais feliz e tudo parece bem mais positivo", somou.
 
"Não é segredo que eu não tive os resultados esperados nesta temporada. O começo da temporada não foi ruim, na minha opinião. Tivemos algum azar, mas parte da performance estava lá", falou.
 
"Roma deveria ter sido um ponto de virada importante, porque eu era muito competitivo. Mas o problema na classificação e depois o acidente na corrida fez tudo ser muito mais difícil. Isso mudou a temporada e dificultou", avaliou.
 
Após os problemas de Roma, Filippi chegou a ser substituído por Ma Qing Hua por uma etapa, mas logo voltou para encerrar a temporada.