Fittipaldi acredita que “boa para próxima geração” F-E vai coexistir com F1 como “alternativa para adolescentes e jovens”

Emerson Fittipaldi é mais um dos evangelizados pela palavra da F-E. O duas vezes campeão mundial disse que espera F-E e F1 coexistindo nos próximos anos, especialmente conforme a tecnologia da nova categoria for avançando

Se antes de setembro se tratava de uma incógnita, passados nove meses a F-E causa animação e declarações cada vez mais entusiasmadas. Mais um a se manifestar a favor da categoria elétrica foi o duas vezes campeão mundial de F1 Emerson Fittipaldi. Segundo o campeão, a F-E é uma alternativa à F1 para os mais jovens fãs do esporte.
 
Fittipaldi avaliou que especialmente por correr no coração de grandes cidades do mundo, a categoria consegue atrair um novo público, normalmente distante geograficamente das corridas e das competições de esporte a motor. 
Seis títulos mundiais e muita crença na F-E reunidos nesta foto (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
"É bom para o futuro, para a próxima geração, e trazer os carros para os centros das cidades significa um novo público. Eu realmente gosto do conceito. É forte em quase todos os lugares", disse.
 
E para Emerson, não há porquê duvidar de que a F-E e a F1 possam existir juntas. Uma competição que tende a ficar cada vez mais acirrada, sinalizou Fittipaldi ao falar da evolução das baterias.
 
"Creio que possa coexistir com a F1. A F1 sempre vai ser a F1, mas agora há uma alternativa para os adolescentes e jovens gostarem. A tecnologia está desenvolvendo, e as baterias logo serão mais leves e duráveis. Como vocês sabem, esporte a motor traz tecnologia muito rapidamente", seguiu.
 
A F-E tem sua decisão neste domingo (28).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube