Fórmula E diz “monitorar de perto” situação do coronavírus, mas garante eP de Sanya

Após mensagem errada da Administração Geral de Esportes da China, que indicava cancelamento de todos os eventos em solo chinês até o fim de abril, por conta das preocupações em torno do coronavírus, a Fórmula E veio a público garantir que a corrida será realizada e que está de olho nos desenvolvimentos do caso

Uma mensagem errônea da Administração Geral de Esportes da China, enviada nas primeiras horas desta quinta-feira (23), colocou em dúvida a realização do eP de Sanya, marcado para o próximo dia 21 de março. Após a confirmação de que a diretriz havia sido divulgada por erro, a Fórmula E veio a público garantir a realização da corrida.
 
A mensagem dizia que todas as atividades esportivas no país até abril estavam canceladas – o que depois foi confirmado como um erro: a mensagem correta era que apenas os eventos marcados até o fim de fevereiro estão suspensos. O motivo é temor envolvendo o coronavírus, enfermidade conhecida apenas no mês passado, mas que já conta com número superior a 600 casos confirmados e 17 mortes – todas no território contínuo da China. 
 
A cidade de Wuhan, considerada o epicentro do coronavírus e onde nove dos casos fatais foram registrados, foi colocada em situação de isolamento na última quarta-feira. Assim sendo, transportes públicos – trem, metrô, balsa e ônibus – estão impedidos de circular, enquanto os aeroportos da região não estão liberando voos. Ao lado de Wuhan, a cidade de Huanggang diminuiu a circulação de pessoas, enquanto Ezhou, outra vizinha, interrompeu serviços ferroviários. 
 
Contudo, a Organização Mundial da Saúde decidiu que ainda é cedo para declarar uma emergência internacional por conta do coronavírus. Avisou, entretanto, que autoridades locais pelo mundo precisam se preparar. 
Sébastien Buemi (Foto: Nissan)
A cidade de Sanya está localizada na ilha de Hainan e não conta com nenhum foco do coronavírus até o momento.
 
"Neste momento, a corrida em Sanya, marcada para 21 de março, continua no calendário conforme planejado. A incerteza surgiu de uma declaração incorreta disparada localmente na China e publicada de forma errada, mas a informação enganosa já foi removida", informou o comunicado de um porta-voz da FE ao site inglês 'MotorsportWeek'.
 
"Conforme as atuais preocupações de saúde, estamos monitorando a situação de perto e de maneira contínua, de acordo com os desenvolvimentos diários", seguiu.
 
"Solicitamos ao nosso parceiro regional que trabalhe em conjunto com a federação de automobilismo local para analisar a situação com as autoridades relevantes da província de Hainan e entender toda a situação, além de oferecer recomendações na preparação com a corrida", finalizou. 
 
A temporada da Fórmula E segue na Cidade do México, no próximo dia 15 de fevereiro, e ainda passa por Marrakech, no Marrocos, antes de desembarcar em Sanya. 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube