FE

Fórmula E planeja abrir temporada 2019/20 com rodada dupla e corrida noturna na Arábia Saudita, diz site

No que depender do desejo da Fórmula E, patrocinadores e equipes, a próxima temporada vai começar com a primeira prova noturna da história do campeonato: e em situação de rodada dupla. De acordo com o site inglês 'E-Racing365', a ideia é iniciar dessa forma na cidade de Ad Diriyah

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
A Fórmula E está estudando a viabilidade de tirar do papel o plano de realizar uma corrida noturna em seu calendário. A intenção é oficializar a segunda edição do eP de Ad Diriyah, no próximo mês de dezembro, como a primeira prova disputada à noite na história da categoria. 
 
Além de transformar a prova, que vai abrir a sexta temporada da Fórmula E, em noturna, a vontade é que a etapa saudita se torne uma rodada dupla. Como há acordo para que testes sigam sendo organizados no domingo pós-corrida, atualmente a expectativa é que uma das corridas aconteça na sexta-feira. Os dias 6 e 7 de dezembro são os favoritos, até porque o WEC encerra seu 2019 com as 6 Horas do Bahrein no dia 14 de dezembro.
 
As informações são do site inglês 'E-Racing365', que ainda avalia que a ideia de uma corrida noturna é bem vista pelas equipes e patrocinadores. Há um pensamento latente sobre a oportunidade de uma iluminação especial dos carros para a corrida. 
 
Segundo o veículo, as equipes apontaram em direção positiva para a mudança após uma reunião realizada no começo do mês de fevereiro. A Enel, uma das parceiras da FE, é a favorita a se responsabilizar pela iluminação geral em caso de confirmação do projeto.
Nelsinho Piquet (Foto: Jaguar)
O chefe da Jaguar, James Barclay, se mostrou favorável à ideia.
 
"O conceito de uma corrida noturna no calendário da Fórmula E é uma proposta atraente. Espero que os promotores possam trabalhar juntos à FE para prover energia renovável para a infraestrutura de iluminação necessária. Seria uma história positiva e um espetáculo completamente diferente para nosso esporte", afirmou ao 'E-Racing365'.
 
Pilotos também manifestaram desejo de correr à noite. "A beleza e sensação da corrida seria realmente especial e uma ideia legal. Quando você pensa na F1 em Singapura ou Abu Dhabi e nesse estilo de corrida onde a pista está acesa é alfo espetacular para a audiência de TV e os fãs", afirmou Alexander Sims, da BMW.
 
"Do ponto de vista de piloto provavelmente não muda muito o desafio, diferente do que acontece em Sebring ou nas 24 Horas de Spa, quando você realmente não enxerga muito além do seu farol. Para mim essas experiências são as melhores em termos de guiar. Há um aumento da dependência na intuição e nos reflexos, porque você trabalha com uma pequena zona de visão", seguiu.
 
Sims tem experiência em corridas noturnas. Já venceu as 24 Horas de Daytona que citou e também Petit Le Mans.
 
"Seria incrível", afirmou Daniel Abt, da Audi. "Correr noite adentro e depois sair direto para um show de música é como sempre deveria ser", encerrou.
 
Com as provas vespertinas tradicionais, o campeonato segue no próximo sábado, 16 de fevereiro.